Vacinação contra Covid-19 começa no HUB por três profissionais

O HUB recebeu 920 doses da Secretaria de Saúde do DF para imunizar todos os envolvidos na linha de frente contra a Covid-19

atualizado 20/01/2021 16:35

Vacinação no HUBJP Rodrigues/ Especial Para Metrópoles

O Hospital Universitário de Brasília (HUB) deu continuidade ao processo de vacinação do Distrito Federal nesta quarta-feira (20/1). Durante solenidade, iniciada às 14h, três funcionários do hospital tomaram a primeira dose do imunizante. O HUB recebeu 920 delas da Secretaria de Saúde do DF para vacinar os profissionais que atuam na linha de frente contra a Covid-19.

A vacinação começou no DF nessa terça-feira (19/1) em algumas unidades da rede pública, como o Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

0

A profissional de higiene Láurea Ferreira, 31 anos, marcou o início do evento como a primeira a tomar a CoronoVac. Ela soube disso apenas na manhã de hoje e relatou ter se sentido “privilegiada”.

“Não via a hora. Esperei muito tempo por isso”, destaca.

Wellington Luiz Romão, 54, foi o segundo da fila . Ele trabalha no combate à doença há 7 meses como técnico de enfermagem. “Vimos muita coisa, momentos de tristeza e alergia”, comentou. “No termo geral, foi um período muito assustador. Agora, a sensação é a melhor possível”.

Para a médica Cássia Maria Melo, também imunizada, esse foi o momento “mais esperado”. Como mensagem à população do DF, ela relembra que é preciso manter os cuidados básicos, como distanciamento social e uso de máscara e álcool em gel.

Os 12 profissionais de enfermagem responsáveis pela aplicação estarão hoje no pronto-socorro do HUB, das 14h às 18h.

Elza Noronha, superintendente da unidade de saúde, ressaltou que todos os trabalhadores do local serão vacinados assim que o Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde disponibilizarem novas doses.

Coronovac

O Hospital Universitário de Brasília é um dos 16 centros de pesquisa do país a participar da fase 3 do ensaio clínico que testou a Coronovac. Quem está a frente é o professor e diretor da Faculdade de Medicina, Gustavo Romero, que coordena a pesquisa e acompanhou o início da vacinação no HUB.

“Uma mistura de alegria e satisfação ver que as coisas caminharam rapidamente. Muita satisfatório ver que a iniciativa iniciada no setor público deu certo. É fruto do trabalho de muita gente”, frisou o professor.

Foram vacinados 948 participantes da fase 3 até o momento. De acordo com Romero, em breve serão divulgados os relatórios sobre quem tomou placebo ou a vacina em si.

Também esteve presente a reitora da Universidade de Brasília (UnB), Márcia Abrahão, que agradeceu a parceria com o Instituto Butantã e ressaltou a importância do serviço público.

“É um momento de esperança, reconhecimento da pesquisa séria e científica, nossos do HUB que participaram. Agora, temos de nos solidarizar e aproveitar um apelo para que, quem puder, fique em casa. Ainda é o início do fim da pandemia”, afirmou. “É também um momento de demonstração da importância do serviço público, do SUS e das universidades federais”.

Últimas notícias