UnB marca para julho debate sobre volta ou não das aulas presenciais

Cepe aprovou manutenção das aulas remotas para o próximo semestre, mas vai discutir retorno presencial, especialmente em algumas disciplinas

atualizado 13/05/2021 18:15

UnBRafaela Felicciano/Metrópoles

A Universidade de Brasília (UnB) vai avaliar a possibilidade de retorno das aulas presenciais apenas na véspera do próximo semestre letivo, no inicio de julho.

A informação foi divulgada na reunião remota do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), nesta quinta-feira (13/5).

Na avaliação da universidade, a situação da pandemia apresentou ligeira melhora, mas ainda é crítica. Mas no caso de algumas disciplinas, a falta de determinadas aulas presenciais coloca em risco a formação dos estudantes.

Segundo o vice-reitor da UnB e presidente do Cepe, Enrique Huelva, o regresso depende do diagnóstico do Comitê Gestor do Plano de Contingência em Saúde da Covid-19 da UnB (Coes).

“No começo de julho, nós marcaremos Cepe, novamente, para avaliarmos a possibilidade de termos algum elemento presencial, alguma disciplina presencial, daquelas obrigatórias canceladas”, afirmou.

Do ponto de vista de Huelva, o debate sobre o regresso terá foco inicial nas disciplinas presenciais canceladas em que a UnB não conseguiu formular alternativas remotas para os estudantes.

Preocupante

Ou seja, o retorno poderá ser gradual, por etapas. “É altamente preocupante nós não podermos fornecer toda a grade curricular de forma que os estudantes possam se formar nos seus respectivos cursos”, alertou.

Neste sentido, o vice-reitor solicitou para as unidades acadêmicas a elaboração de planos para o eventual retorno das aulas presenciais.

Na tarde desta quinta-feira (13/5), o Cepe aprovou a prorrogação da vigência da Resolução 117/20. O texto estabelece as regras acadêmicas para o período letivo.

O 1º semestre de 2021, previsto para começar em 19 de julho, ocorrerá em modo remoto, assim como o semestre que se encerra neste mês de maio. No início de julho, a situação epidemiológica volta a ser avaliada.

De acordo com o vice-reitor, a UnB está em contato com a Governo do Distrito Federal (GDF) sobre a vacinação contra Covid-19 dos professores.

 

 

Últimas notícias