UnB envia lista ao GDF com 6.298 nomes para vacinação contra Covid

"Vacinação dos profissionais que trabalham na área da educação é fundamental para garantir volta segura às atividades", diz reitora

atualizado 10/06/2021 20:23

Universidade de BrasíliaRafaela Felicciano/Metrópoles

A Universidade de Brasília (UnB) enviou ofício ao Governo do Distrito Federal (GDF) com a lista dos servidores e colaboradores da instituição que precisam receber a vacina contra a Covid-19. No total, o documento contém 6.298 nomes, obtidos após levantamento realizado pelo Decanato de Gestão de Pessoas (DGP).

O documento foi enviado nesta quinta-feira (10/6), logo após a Secretaria de Saúde anunciar a oferta de 42 mil doses de vacina para professores e servidores da rede pública de ensino do DF. Segundo o GDF, a “operação de guerra” para vacinar os profissionais da Educação não incluiria, neste momento, as universidades e faculdades.

“Nossa expectativa é que, com isso, possamos contribuir para o planejamento da vacinação no Distrito Federal, além de tentar agilizar a imunização de todas as pessoas que trabalham na universidade”, disse a reitora Márcia Abrahão. “A vacinação dos profissionais que trabalham na área da educação é fundamental para garantir uma volta segura às atividades presenciais”, reforçou.

O documento enviado pela UnB excluiu todos os trabalhadores com mais de 59 anos, além dos que atuam na área de saúde e já tiveram oportunidade de vacinação, bem como os que informaram já ter recebido alguma dose da vacina. O ofício também reconhece a dificuldade de obtenção de doses em todo o país, mas traz o questionamento de previsão para o início da vacinação dos trabalhadores da UnB.

A interlocução com o GDF teve início em fevereiro, quando a universidade enviou uma primeira correspondência apontando a necessidade de inclusão de todos os colaboradores da instituição na imunização.

“A vacinação de docentes é fundamental, é claro, mas temos uma ampla gama de profissionais que prestam serviços à nossa Universidade, incluindo porteiros, estagiários e profissionais da limpeza”, observou a reitora. “Vamos informar a comunidade sobre os avanços nas tratativas.”

O secretário de Educação, Leandro Cruz, disse nesta quinta ter acertado com a Secretaria de Saúde os detalhes para a finalização da imunização dos professores do Distrito Federal. O chefe da pasta afirmou que 42 mil doses de vacinas serão aplicadas nos docentes e em outros profissionais da área nos próximos 13 dias.

De acordo com Cruz, a maioria dos profissionais será contemplada com a vacina fabricada pela Janssen Farmacêutica, que exige apenas uma dose.

Últimas notícias