Em balanço realizado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), verificou-se um aumento de 30% no número de infrações cometidas pelos motoristas no Distrito Federal na região do Entorno do DF. Em 2017, a instituição havia registrado quase 74 mil multas e, em 2018, o número subiu para aproximadamente 96 mil. Entre as mais graves, destacam-se a embriaguez ao volante, as ultrapassagens indevidas, a falta do uso de cinto de segurança e o excesso de velocidade.

O índice que mais aumentou na comparação entre os dois últimos anos foi o de trafegar acima da velocidade máxima permitida na via. Em 2018, a PRF intensificou a fiscalização deste tipo de infração e quase 49 mil motoristas foram flagrados nas rodovias que cortam a capital federal. Esse número representa um acréscimo de mais de 350% em comparação com o total de registros feitos em 2017.

Recentemente, a Superintendência da PRF do Distrito Federal adquiriu dois novos radares e, de acordo com a corporação, pretende intensificar ainda mais esse tipo de fiscalização em 2019, tanto na capital federal quanto no Entorno.

Outros números
Em relação aos flagrantes de embriaguez e ultrapassagens indevidas, a PRF não encontrou grande variação dos números de irregularidades na comparação entre os anos. Tanto em 2018 como no ano anterior, foram lavrados cerca de 1.060 autos de infração por alcoolemia e aproximadamente 5.300 para a outra.

O não uso do cinto de segurança foi uma infração que sofreu queda significativa de multas aplicadas no ano passado – 1.803 registros contra 2.789 em 2017. (Com informações da PRF)

PRF