*
 

Apesar das punições, que vão ficar mais rigorosas ainda a partir de novembro, muitos motoristas insistem em combinar álcool e direção. É o que revela recente balanço divulgado pelo Departamento de Trânsito (Detran). Nos últimos três meses, 3,6 mil condutores foram flagrados no trânsito após beberem. A média é de 40 autuações diárias.

Os flagrantes foram feitos em 260 blitzes deflagradas no período. Para o chefe de Fiscalização do Detran, Silvain Fonseca, o número poderia ser ainda maior. “Vale ressaltar que tivemos grandes eventos nos últimos meses, que mobilizaram parte do nosso efetivo”, afirma.

No ano passado, foram feitos 11 mil flagrantes de pessoas alcoolizadas ao volante, ou 30 por dia. Fonseca ressalta que, a partir de 4 de novembro, as punições para quem for pego dirigindo após ingerir bebida alcoólica ficarão mais severas. “As multas, em média, dobrarão de preço. No caso dos motoristas alcoolizados, a pena é gravíssima, e o valor multiplicado por 10. Assim, a infração que custava R$ 1.913 passará a custar R$ 2.934”, explica. Se o condutor for reincidente em menos de 12 meses, a quantia ainda dobra novamente, alcançando os R$ 5.869.

Trâmite
Caso o motorista receba mais de 20 pontos na Carteira de Habilitação em menos de um ano, um procedimento administrativo é aberto com duas chances de defesa, perante a Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari), em primeira instância, e no Conselho Estadual de Trânsito (Cetran), em segunda. E enquanto isso, o condutor dirige normalmente.

Se o recurso for indeferido, o motorista tem 72 horas para entregar a carteira, que é suspensa. O período de suspensão é determinado ao final do processo, mas pode variar de um a 12 meses. Enquanto isso, o motorista não pode dirigir e tem que fazer um curso de reciclagem e ser aprovado com 70% de aproveitamento. Feito isso e passado o período de suspensão, a carteira é devolvida.

Novos valores de multas (válidos a partir de novembro)

Infração leve – 3 pontos na carteira
– De R$ 53,20 para R$ 88,38

Infração média – 4 pontos na carteira
– De R$ 85,13 para R$ 130,16

Infração grave – 5 pontos na carteira
– De R$ 127,69 para R$ 195,23

Infração gravíssima – 7 pontos na carteira
– De R$ 191,54 para R$ 293,47

 

 

COMENTE

Detranlei seca
comunicar erro à redação

Leia mais: Trânsito