*
 

Uma mulher morreu e quatro pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira (16/4) após o carro em que elas estavam, um VW Fox, sair da via e bater numa árvore, na entrada do Eixão Sul, altura da Quadra 116, por volta das 5h30.

Segundo informações preliminares do Corpo de Bombeiros, o condutor do veículo perdeu o controle da direção. Chovia no momento do acidente e a pista estava bastante molhada. Com o impacto da batida, Maria de Jesus de Sousa, de 48 anos, que estava no banco de trás, não resistiu e morreu. Ela sofreu um traumatismo cranioencefálico e diversas fraturas.

A vítima fatal trabalhava como terceirizada na área de limpeza e conservação do Tribunal Superior do Trabalho (TST). O supervisor dela, Roberto Vargas, destacou que ela era “uma funcionária íntegra e exemplar” e que estava há 15 anos no órgão”. Ele disse, ainda, que a mulher cuidava dos pais idosos.

O carro era conduzido por Rafael de Jesus Souza, 28, que foi atendido e transportado pelo CBMDF ao Instituto Hospital de Base do DF (IHBB), consciente, orientado e estável. Marineide Gomes de Sousa, 47;  Ana Maria Estevão dos Santos, 29; e outra passageira ainda não identificada também foram levadas para a mesma unidade hospitalar com escoriações diversas.

 

Uma testemunha do acidente contou que o motorista teria tentado passar um ônibus, mas perdeu o controle, colidiu no meio-fio e saiu da pista. Porém, somente após a perícia será confirmada ou não a participação do coletivo da União Transporte (UTB)) no acidente.

O pai de uma das vítimas do acidente esteve no local e contou ao Metrópoles que o carro é do genro. De acordo com ele, José Estevão Neto, pedreiro, 62, todos os ocupantes do veículo eram  vizinhos no Lago Azul (GO), Entorno do DF. O grupo estava indo para o trabalho.

Estevão, que é pedreiro, explicou que a filha, Ana Maria, ligou dizendo que o carro em que ela estava teria sido fechado pelo ônibus: “Pelo que a minha filha contou, o motorista deu a seta e entrou de uma vez. Não temos dúvidas que ele esteja envolvido. A maioria dos acidentes ocorre dessa forma. O motorista não se preocupa com os menores veículos”.

O condutor do ônibus — que fazia linha com origem na cidade Ocidental com destino à W3 Sul e Norte — parou para prestar socorro às vítimas e negou ter qualquer relação com a ocorrência. Ele foi levando à delegacia para prestar depoimento e fazer o teste do bafômetro.

Por conta do acidente, um grande engarrafamento se formou no acesso ao Eixão Sul, sentido Rodoviária.