*
 

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) e a Polícia Militar apreenderam dois veículos que faziam racha no Eixo Monumental, na noite dessa quinta-feira (11/10). Os condutores foram autuados, e os automóveis, levados ao depósito do Detran.

Racha em via pública é considerado infração gravíssima pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Além da remoção do carro, a multa chega a R$ 3 mil e o motorista tem o direito de dirigir suspenso.

Um vídeo feito por uma equipe descaracterizada do Detran filmou os suspeitos.

Confira:

Infração recorrente
De janeiro a agosto deste ano, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal registrou 822 infrações por rachas. Isso representa uma média de 3,42 ocorrências por dia.

O Metrópoles revelou, em 2015, que os motoristas se em encontram toda quinta-feira para fazer corridas clandestinas. O movimento no estacionamento do Shopping Popular, ao lado da antiga Rodoferroviária, começa por volta das 21h e se estende até cerca de 1h. Os encontros continuam até hoje.

A concentração se dá ao lado de uma área reservada a exames do Detran. A menos de 600 metros, chega-se à sede do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans). Ainda parados, donos dos veículos se desafiam com fortes aceleradas. Quanto mais ensurdecedor o barulho, mais olhares curiosos são atraídos.

A maioria opta por um racha curto, um tiro de 500 metros pela via marginal da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia). Outros, mais empolgados, no entanto, ganham as faixas da Epia a mais de 200km/h e dão sequência à disputa em meio a motoristas em carros comuns que nada têm a ver com a irresponsabilidade. Muitos partem rumo ao Eixo Monumental, para aproveitar a via larga e sem movimento.