Servidora da Saúde é xingada de “filha da puta” e leva soco na boca em UBS

Técnica de enfermagem foi agredida por impedir um homem de furar a fila de atendimento na unidade de saúde

atualizado 29/09/2021 19:39

Um homem de 70 anos socou o rosto de uma técnica de enfermagem na Unidade Básica de Saúde (UBS) 1 de Vicente Pires. A agressão ocorreu na manhã desta quarta-feira (29/9).

A UBS está instalada em um prédio alugado. Segundo profissionais de saúde, o homem dizia ser dono do edifício e, por isso, teria cobrado prioridade um determinado atendimento. A técnica negou o privilégio e, na sequência, acabou golpeada.

O soco atingiu a boca e o rosto da técnica em enfermagem. Além da agressão física, o idoso teria xingado a técnica de enfermagem de “filha da puta”.

Profissionais chamaram a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e os envolvidos foram levados à 8ª Delegacia de Polícia (Estrutural). Na delegacia, o idoso negou as acusações e declarou que estava passando mal e que a mulher teria batido a porta, negando atendimento. Alegou, ainda, não ter dado soco, mas, sim, empurrado o rosto dela.

Diante do episódio, servidores cobraram mais segurança e melhores condições de trabalho na UBS. O Metrópoles entrou em contato com a Secretaria de Saúde e encaminhou nota confirmando a denúncia de agressão.

Leia a nota completa:

“A Diretoria de Atenção Primária da Região Sudoeste informa que hoje pela manhã, G.E.L, 70 anos, proprietário do imóvel onde está instalada a UBS1 do Vicente Pires, pediu prioridade no atendimento, por ser o dono da casa. Ele foi informado que deveria aguardar a vez dele para a consulta, porque havia outros pacientes esperando. Depois disso, ele agrediu fisicamente a servidora com um soco no rosto. A Polícia foi chamada, o paciente e servidores foram para a delegacia de flagrantes da Estrutural onde foi registrada ocorrência. O paciente foi liberado, por ser idoso e a técnica de enfermagem foi encaminhada para realização de exame de corpo de delito”.

Últimas notícias