Programa para superendividados do BRB tem adesão de 1,5 mil servidores

Cerca de 8,9 mil funcionários públicos têm comprometimento superior a 50% da renda mensal. Consultoria do banco completou um mês nessa sexta

Vinícius Santa Rosa/MetrópolesVinícius Santa Rosa/Metrópoles

atualizado 10/03/2019 12:06

O programa de consultoria financeira do Banco de Brasília (BRB) destinado a servidores do Governo do Distrito Federal (GDF) que possuam elevado comprometimento de renda completou um mês nessa sexta-feira (8/3). Até o momento, 1.530 pessoas buscaram a instituição a fim de negociar soluções financeiras para as dívidas, segundo balanço obtido pelo Metrópoles.

De acordo com as regras elaboradas pelo banco, além de propostas para cada perfil dos superendividados, o programa disponibiliza juros especiais e acompanhamento gerencial sistemático a 8,9 mil servidores que têm comprometimento superior a 50% da renda mensal. As taxas são previstas a partir de 1,15%, ao mês, e as condições estão adequadas a cada grupo de clientes, com prazo máximo que pode chegar até 120 meses.

Segundo a presidente da Caixa de Assistência e Benefícios do Servidor do GDF (Cabs), Elied Barbosa de Oliveira, a proposta lançada em fevereiro atende os associados, mas é preciso fazer adequações. “Ainda deixa a desejar. A maioria dos clientes não foi chamada e há uma variedade imensa de entendimento sobre como é realizada a renegociação por parte dos gerentes”, destacou.

Conforme ressalta Elied, todos os servidores superendividados estão recebendo, aos poucos, as mensagens do BRB para irem até uma agência. No entanto, nem todas as propostas estão dentro do pretendido pelos clientes. Por isso, muitos desistem ou fazem uma renegociação não muito boa.

“O servidor endividado está geralmente em desespero porque não tem salário e nem visibilidade. As instituições não olham para ele. Temos buscado assessoria jurídica para a gente enfrentar juntos essa luta pela renegociação”, disse a presidente.

A dirigente explica que a Cabs tem prestado a assistência aos servidores para deixar o endividamento em, no máximo 40%, do salário. “Temos um bom relacionamento com a diretoria do BRB e eles atendem as nossas demandas sempre que possível. A intenção é buscar o melhor acordo possível.”

Casos
A professora aposentada Celma Maria Almeida de Sousa, 53 anos, aderiu ao programa. Ela conta que, de início, não viu vantagem na solução apresentada pelo banco. “Eu havia ficado com o saldo negativo no pagamento de fevereiro. Num primeiro momento, recebi uma mensagem do BRB sobre a renegociação financeira. Quando fui à agência, o gerente me apresentou algo que não era vantajoso.”

A aposentada conta que, depois de buscar ajuda da Caixa de Assistência, conseguiu uma taxa de juros de 1,2%. “Assinei o contrato com tudo calculado e, agora, estou com o comprometimento legal e salário disponível para ter uma vida melhor”, pontuou.

Marilda Lima dos Santos Rodrigues, 45, também é docente e procurou a instituição para quitar suas dívidas. A educadora já havia participado de um acordo, em 2016, mas ainda tinha 58% do salário comprometido com o banco. “Como ainda faltam muitas parcelas e estou apertada, resolvi tentar renegociar nesta nova oportunidade. Já fizeram os meus cálculos e estou aguardando ser chamada. A minha previsão é para meados de março. Não vejo a hora de resolver logo isso”, desabafou.

Relacionamento
Os clientes que se enquadram nas condições pré-definidas pelo BRB estão recebendo um SMS com as informações do programa. Depois do envio da mensagem, o gerente da própria agência inicia o atendimento exclusivo e realiza o acompanhamento de cada cliente. A estratégia de consultoria financeira do banco conta também com a inauguração de um ambiente físico exclusivo de consultoria financeira com profissionais disponíveis para auxiliar os servidores.

O cliente tem a opção de escolher o tipo de atendimento de sua preferência: presencial, por telefone ou digital. Na Agência de Consultoria Financeira, ele pode elaborar um plano de sua situação econômica, além de obter informações especializadas sobre crédito, finanças e investimentos. A unidade está situada na W3 Sul, Quadra 509, Bloco B, lojas 70/71.

Últimas notícias