Novacap reabre prazo para empregados aderirem ao PDV. Veja datas e regras

Adesão ao Programa de Demissão Voluntária acabaria em 15 de novembro, mas a Diretoria Colegiada decidiu dilatar a data-limite

atualizado 23/11/2020 17:31

Entrada da NovacapThiago S. Araújo/ Esp. Metrópoles

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) decidiu reabrir o prazo de adesão Programa de Desligamento Voluntário (PDV) da estatal. O processo estava previsto para terminar em 15 de novembro, mas a empresa optou por dilatar o prazo até o dia 27 deste mês. O PDV é uma chance de a companhia reduzir sua folha, que chega a cerca de R$ 130 milhões para o pagamento de 2.079 empregados.

Em contrapartida, os funcionários têm benefícios no ato da adesão. Os interessados em optar pelo PDV no novo prazo podem dar entrada no processo via Sistema Eletrônico de Informação (SEI) do Governo do Distrito Federal (GDF).

A decisão de ampliar o prazo foi tomada pela Diretoria Colegiada da Novacap e ratificada pelo Conselho de Administração.

Entre os 2.079 empregados, 1.330 têm perfil para aderir à iniciativa. Para participar do PDV, o servidor deve ser do quadro permanente da empresa, ter acima de 49 anos e, no mínimo, 18 anos de efetivo exercício na Novacap.

0
Incentivos

Os empregados que optarem pela adesão, terão incentivos financeiros como: o recebimento de uma percentual da Remuneração Mensal Base (RMB) por 60 meses consecutivos, variável de 50% a 60% da RMB; a manutenção do ressarcimento do auxílio-saúde até dezembro de 2021; a continuidade do pagamento da cesta-alimentação de R$ 600 também até dezembro de 2021 e valor equivalente a 20% da multa contratual sobre os depósitos realizados pela Novacap no FGTS pagos com o incentivo financeiro em 60 meses, complementando os outros 20% de multa que serão pagos nas verbas rescisórias.

Últimas notícias