A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) desarticulou, nesta terça-feira (14/05/2019), uma organização criminosa responsável por vários roubos a pedestres em Águas Claras, Taguatinga, Ceilândia e Samambaia. Durante a operação, cinco mandados de prisão foram cumpridos, resultando na detenção de quatro homens e uma mulher. São considerados foragidos Claudio Henrique Silva dos Santos, 20 anos, e Johnny Borges dos Santos, 18, também membros da quadrilha.

Em 30 de março, um dia após a prática de roubos em Ceilândia, Lucas Barbosa dos Santos, 24 anos, e Jessica Andrade dos Santos, 26, foram alvo de vários disparos, na EQNN 17/19, após um grupo rival reconhecer o carro e buscar vingança. Jessica faleceu no local e Lucas foi socorrido ao hospital, onde recebeu atendimento médico e sobreviveu.

As investigações comandadas pela 19ª Delegacia de Polícia (P Norte) começaram em janeiro deste ano, após as equipes tomarem conhecimento do modus operandi dos criminosos. Eles sempre estavam a bordo de um Chevrolet Celta, que pertence a uma das indiciadas, para cometer os roubos. Durante os crimes, o carro era sempre conduzido por uma das mulheres do bando, a fim de não levantarem suspeitas. Após avistarem as vítimas em potencial, geralmente mulheres ou adolescentes sozinhos a caminho da escola, os homens desembarcavam e roubavam os objetos.

Conforme informou a PCDF, os suspeitos usavam facas e armas de fogo para ameaçar e, ao menor sinal de reação, agiam com bastante violência. Ainda de acordo com as investigações, o grupo subtraiu dezenas de aparelhos celulares, bolsas, mochilas e dinheiro em espécie das vítimas que caminhavam por diversos pontos de Ceilândia, Samambaia, Taguatinga e Águas Claras.

Os autores foram indiciados pelos crimes de associação criminosa e roubo circunstanciado. Eles seguem presos até que as investigações sejam finalizadas e, se condenados, podem receber penas que alcançam os 30 anos de prisão.

A polícia pede para que notícias sobre o paradeiro dos foragidos sejam informadas por meio do disque denúncia 197, da PCDF.