PCDF prende acusado de deixar homem paraplégico após tiros em bar

Crime ocorreu em 12 de janeiro, durante festa em distribuidora de bebidas de Samambaia. Suspeito foi localizado nesta quinta (14/2)

atualizado 14/02/2019 20:03

PCDF/Divulgação

Policiais da 26ª DP (Samambaia) prenderam, nesta quinta-feira (14/2), Yuri Gabriel da Silva Militão, 24 anos, acusado de tentar matar um desafeto durante festa em uma distribuidora de bebidas na região administrativa. O crime ocorreu em 12 de janeiro.

Segundo o delegado-chefe adjunto Guilherme Melo, após uma discussão, o suspeito sacou um revólver e efetuou três disparos de arma de fogo contra Charlysson Pereira Rodrigues, alvejando-a na cabeça, braço e coluna vertebral.

O criminoso fugiu e encontrava-se foragido desde então. Charlysson foi hospitalizado, mas ficou paraplégico devido à gravidade da lesão na coluna.

No momento da prisão, nesta quinta, foram apreendidos um aparelho celular contendo tratativas de negociações de armas de fogo e uma munição calibre .38 – mesma do revólver usado no crime –, além de uma balança de precisão com resíduos de cocaína.

O suspeito tem passagens por roubos e tráfico de drogas e será apresentado. (Com informações da PCDF)

PCDF/Divulgação
Material apreendido com o suspeito

Últimas notícias