*
 

Está atrás das grades o homem acusado de atirar contra o rosto da própria companheira no Setor de Mansões de Sobradinho II. Hugo Ferreira dos Santos, 24 anos, fugiu após a tentativa de feminicídio, ocorrida em 12 de agosto. O bebê nasceu prematuro e a mulher precisou ser internada.

A prisão do suspeito aconteceu na última quinta-feira (16/8). De acordo com a Polícia Civil, o acusado está recolhido na carceragem da Divisão de Controle e Custódia de Presos. Hugo já cumpria pena, em regime aberto, por outra tentativa de homicídio, além de receptação e lesões corporais.

Acionada pela reportagem do Metrópoles para uma atualização sobre o estado da mulher, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal comunicou que não pode passar informações de pacientes internados na rede hospitalar.

Com o projétil alojado na boca, a vítima, que estava na 39ª semana de gravidez, foi submetida a dois procedimentos cirúrgicos no Hospital Regional de Sobradinho (HRS), na segunda-feira (13): de remoção da bala e para a realização do parto da criança.

Somente neste fim de semana, a Polícia Militar do Distrito Federal recebeu quase 100 chamados para atendimento de violência doméstica, além de mais de uma centena de casos referentes à perturbação da ordem pública (som alto residencial, comercial e em veículos).

Em algumas situações, mais de uma chamada foi registrada para a mesma ocorrência. Um dos casos chamou a atenção dos policiais: o de uma menina que ligou para a PM informando uma agressão dentro de casa. De acordo com a criança, o pai estava batendo na mãe. Os militares foram até o endereço, no Recanto das Emas.

O acusado não foi preso, pois, tão logo os PMs chegaram ao local, a mãe disse que estava “tudo bem” e teria ocorrido apenas uma discussão.