Mandante de morte é preso após cão farejador sentir odor de crack

Morte teria sido motivada por uma dívida relacionada a compra de drogas

atualizado 27/03/2020 13:12

Um homem acusado de encomendar o assassinato de um viciado em drogas foi preso pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) após um cão farejador sentir o cheiro de crack saindo de notas de dinheiro do suspeito. O crime ocorreu em Ceilândia e teria sido motivado por uma dívida.

De acordo com as investigações da 15ª DP (Ceilândia Centro), o envolvido encomendou a morte da vítima a outro usuário de drogas. Uma pedra de 15g de crack, avaliada em cerca de R$ 400, foi entregue como pagamento para que o homicídio fosse cometido.

O autor já havia sido preso pelas equipes da delegacia e confessou o crime. Durante a prisão do primeiro envolvido, também foram localizadas balanças de precisão. Já o mandante foi recolhido ao cárcere da PCDF.

Últimas notícias