Ladrões se passam por agentes da PCDF e sequestram homens no Noroeste

Vítimas saltaram de carro em movimento, na altura da QL 12 do Lago Sul, e pediram ajuda

Hugo Barreto/MetrópolesHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 07/08/2019 20:17

Criminosos se passaram por policiais civis do Distrito Federal para sequestrar um empresário do ramo da construção civil, de 71 anos, e seu funcionário, na manhã desta quarta-feira (07/08/2019), no Noroeste. O crime é investigado pela 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul).

De acordo com a Polícia Civil (PCDF), o sequestro ocorreu no momento em que o empresário chegava ao trabalho, na companhia do funcionário. Conforme a ocorrência, eles teriam sido abordados por dois indivíduos que se passavam por agentes da corporação.

A dupla, então, mandou que os homens entregassem os celulares e a chave do carro de um deles. Com os pertences em mãos, os criminosos os colocaram em outro veículo, um Volkswagen Gol preto.

Sob a mira dos bandidos, as vítimas teriam rodado por diversos pontos da capital, como Água Mineral, Rodoferroviária, Cruzeiro, Parque da Cidade, Setor Policial Sul e, por fim, Aeroporto Internacional de Brasília e Lago Sul.

O sequestro só teve fim quando as vítimas saltaram do veículo em movimento, na altura da QL 12 do Lago Sul, e conseguiram pedir ajuda. Nesse momento, os suspeitos teriam fugido.

Os bandidos ainda levaram o veículo de um dos vitimados. À polícia, o empresário disse que seu carro já havia sido roubado em outra oportunidade e que os ladrões tinham as mesmas características dos sequestradores. A PCDF não quis revelar o nome do empresário para “não atrapalhar as investigações”.

Últimas notícias