*
 

Cristiane Sobral, escritora e ativista na luta por igualdade de direitos da população negra, sofreu uma tentativa de estupro dentro de um ônibus que seguia do Núcleo Bandeirante para o Plano Piloto. O crime ocorreu na noite desta quarta-feira (16/5), quando um homem perseguiu a autora, tirou o órgão sexual para fora da calça e começou a se masturbar.

A vítima conta ter percebido o jeito estranho com que ele a encarava e notado o indivíduo mudando de cadeira para se aproximar.

“Ele botou tudo para fora e começou a se masturbar e a gemer. Eu comecei a gritar e pedi por ajuda, e ele levantou a voz também. Mas eu não sou de abaixar a cabeça, pedi ajuda. No começo, ninguém fez nada, mas eu disse que ali todo mundo tinha mãe, irmã ou filha. Foi quando alguns rapazes se levantaram e contiveram o homem. O motorista fechou a porta e só parou na Delegacia da Mulher (Deam)”, relatou.

Assim que o coletivo chegou à porta da Deam, os agentes efetuaram a prisão em flagrante. O motorista e o cobrador contaram já terem visto o suspeito se masturbando diante de outras passageiras.

A delegacia especializada alegou sigilo e não informou detalhes do caso ou a ficha criminal do acusado.