*
 

A psicóloga Ieda Rizzo, 54 anos, descreveu os momentos de terror vividos por ela ao ser baleada no tórax após escapar de tentativa de estupro na 408 Sul, na segunda-feira (8/1). Em mensagem enviada a amigos, ela narra: “Corri, gritei e clamei pela vida, sabia que ainda tinha muito a contribuir”.

Ao entrar no carro, à noite, no estacionamento do bloco B, após visitar o namorado, Ieda foi abordada por um homem e acabou baleada no peito. O suspeito fugiu, mas câmeras de segurança registraram a ação dele. A vítima está internada em um hospital particular no Lago Sul. O estado dela é estável. Ieda está consciente e respira sem ajuda de aparelhos.

Um homem invadiu meu carro e me disse ‘passe para o outro lado, eu vou assaltar, te estuprar e depois te matar!’ Eu pensei comigo: não vai não! A minha vida decido eu"
Ieda Rizzo, psicóloga

No relato, Ieda afirma que foi “vítima de uma violência desnecessária”. Ela classificou a luta pela sobrevivência como um “ato de coragem ou loucura”. “Fui uma loba. Vi a clara luz dos anjos se aproximando e pedi uma chance! Acho que tive: todos os médicos estão boquiabertos com o milagre”, escreve.

A psicóloga acrescenta que a bala atingiu o coração “a um milímetro da (artéria) aorta”. Ela ainda descreveu o trajeto do projétil, o que ela qualifica como “manobra divina”. No fim, Ieda agradece a amigos.

Confira a íntegra da mensagem de Ieda Rizzo:

A vida retribuiu e transfere! Sim, fui vítima de uma violência desnecessária: um homem invadiu meu carro me disse passe para o outro lado, eu vou assaltar, te estuprar e depois te matar! Eu pensei comigo: não vai não! A minha vida decido eu! Num ato de coragem ou loucura, me levantei e fiquei frente à frente com o homem e eu disse pode levar tudo!

Ele foi implacável, me deu um tiro à queima roupa de uma pistola .40 restrita à polícia! Corri, gritei e clamei pela vida, sabia que ainda tinha muito a contribuir!

Fui uma loba, uma lá que sabe! Vi a clara luz os anjos aproximando e pedi uma chance! Acho que tive: todos os médicos estão boquiabertos com o milagre a bala entrou pelo meu coração a um milímetro da aorta, fez uma manobra divina e saiu pelo pulmão!

O crime
Ieda Rizzo relatou à Polícia Civil que foi vítima de uma tentativa de estupro. Em vídeo obtido em primeira mão pelo Metrópoles, é possível ver o suspeito chegando ao estacionamento e o momento em que a servidora do Ibama foi abordada.

Socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a mulher foi encaminhada para o Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF), onde passou por cirurgia e fez um procedimento de drenagem no pulmão. Agora, Ieda está internada em UTI de hospital particular.

A linha de investigação da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) — responsável pelo caso —, é de tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte).

Vídeos divulgados pela Polícia Civil mostram a ação do criminoso:

 

 

COMENTE

ieda rizzoCrime da 408 Sul
comunicar erro à redação

Leia mais: Segurança