Após retirada de medida protetiva, mãe e filho apanham no DF

Mulher tentava reconciliação com o marido e retirou pedido de proteção. Homem deu tapas e chutes na esposa e no menino de 8 anos

istockistock

atualizado 20/11/2018 12:27

Policiais militares prenderam um homem de 43 anos após ele agredir a companheira e o filho de 8 anos, na noite dessa segunda-feira (19/11), no Varjão. O suspeito foi levado para a 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá).

A vítima contou aos policiais que as agressões são constantes. Ela disse que seu marido já responde pela Lei Maria da Penha. Recentemente, a mulher retirou uma solicitação de medida protetiva na Justiça, a pedido do agressor, para tentar uma reconciliação.

De acordo com o depoimento da mulher, a medida protetiva será restabelecida principalmente pelo fato de o ex-companheiro ter agredido o filho do casal. O menino contou aos policiais que ele foi agredido com chutes e tapas.

Também na noite de segunda (19/11), um jovem foi preso e autuado na Lei Maria da Penha, no Recanto das Emas, depois de agredir a namorada de 21 anos. A própria vítima acionou a Polícia Militar. No local, ela mostrou as lesões para os policiais e contou que o agressor já havia fugido.

Durante patrulhamento, o acusado foi encontrado e preso. Ao ser capturado, o rapaz confirmou as agressões e alegou que bateu na namorada por ter sido traído. Ele foi levado para a 27ª DP (Recanto das Emas) e autuado em flagrante.

Últimas notícias