*
 

O disparo acidental da arma de um agente policial de custódia feriu o irmão de um advogado* na tarde desta terça-feira (14/11), na Divisão de Controle e Custódia de Presos (DCCP), localizada no Departamento de Polícia Especializada (DPE).

Segundo informações da Divisão de Comunicação da Polícia Civil (Divicom), o servidor, que trabalha no balcão de atendimento da carceragem, “manuseou sua arma de fogo quando ocorreu o disparo acidental, em circunstâncias ainda sob apuração”.

O tiro atingiu a parede e estilhaços do projétil atingiram o policial em um dos braços, bem como o irmão do advogado, que levava documentos à unidade e teve um dedo da mão e a barriga atingidos. Ambos foram atendidos no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e liberados.

A arma do policial foi recolhida para perícia. A Corregedoria da PCDF vai apurar o caso. (Com informações da PCDF)

*Inicialmente a Divicom informou que uma das vítimas era advogado. A informação foi retificada pelo órgão às 8h53

 

 

COMENTE

PCDFarmaPistola
comunicar erro à redação