Saúde mantém cirurgias eletivas em hospitais públicos do DF até dia 11

Circular emitida, nesta segunda-feira, garante que as internações por Covid não vão comprometer outras especialidades até a data prevista

atualizado 04/01/2021 16:49

camas hospitalaresGeovana Albuquerque / Agência Saúde

A Secretaria de Saúde do DF emitiu, nesta segunda-feira (4/1) circular que mantém as cirurgias eletivas nas especialidades de: cirurgia geral, cirurgia pediátrica, cirurgia plástica, cirurgia vascular, coloproctologia, ginecologia, oftalmolgia, ortopedia e urologia.

Elas podem ser realizadas em todos os hospitais públicos do DF até 11 de janeiro, quando nova circular será emitida com a manutenção ou suspensão de algum procedimento. A variação depende do aumento dos números de casos de Covid-19 na capital federal.

De acordo com o documento, assinado pelo secretário adjunto de Assistência à Saúde, Petrus Sanchez, ainda é possível manter esses procedimentos, pois a taxa de ocupação dos leitos com suporte de ventilação mecânica para atender pacientes com a Covid-19 estão em 70,88%, o que não compromete os demais procedimentos.

As cirurgias eletivas voltaram a ocorrer em 2 de dezembro, após suspensão devido à pandemia.

A autorização temporária para eles prosseguirem ocorre toda segunda-feira. O período de uma semana é para que seja avaliado o cenário epidemiológico da pandemia de Covid-19 no DF.

A Secretaria de Saúde manteve e mantém ainda a realização das cirurgias oncológicas, cardiovasculares, transplantes e judicializadas durante todo o período em que as cirurgias eletivas estavam suspensas.

Últimas notícias