Saúde e BRB entregarão remédios da Farmácia de Alto Custo em casa

Intenção da parceria é evitar que pessoas do grupo de risco da doença formem filas em frente aos postos de distribuição

Rafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 26/03/2020 8:50

Uma parceria entre a Secretaria de Saúde do Distrito Federal e o Banco de Brasília (BRB) vai garantir a entrega de remédios das Farmácias de Alto Custo na casa dos pacientes durante a pandemia de coronavírus. O delivery de medicamentos começa a valer segunda-feira (30/03).

Devido às medidas restritivas de circulação para reduzir a propagação da Covid-19 na capital do país, o BRB fará toda a logística a fim de evitar que grandes filas se formem na porta dos centros de distribuição.

A iniciativa faz parte do programa do BRB chamado de Supera-DF, que, além da liberação de R$ 1 bilhão, estabelece outras ações para socorrer os setores produtivo e social.

“Vamos evitar que os idosos e os pacientes crônicos saiam de casas”, ressaltou o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa. Os telefones e canais para cadastro de entrega ainda serão disponibilizados.

Números do DF

Subiu de 177 para 182 o número de casos de coronavírus confirmados no Distrito Federal. Os dados foram divulgados pelo GDF nessa quarta-feira (25/03).

Entre os pacientes, os homens somam 60,66%, e as mulheres, 39,34%. Do total, 65 casos estão em investigação; 100 são infecções leves; 12, graves; e seis, críticas, de acordo com o último balanço, divulgado às 12h22.

Há 52 casos na faixa etária de 31 a 40 anos. Do total, 46 pessoas têm entre 41 e 50 anos; outras 28, de 21 a 30; e quatro são ainda mais jovens – de 11 a 20 anos.

A primeira paciente com a doença continua internada em estado gravíssimo no Hospital Regional da Asa Norte (Hran). A mulher de 52 anos teve piora em seu quadro geral, segundo a Secretaria de Saúde.

Últimas notícias