Canabidiol é liberado para pacientes do DF sem decisão judicial

Atualmente, a Secretaria de Saúde fornece o medicamento para 21 pessoas. Com publicação de portaria, será exigido apenas o cadastro na rede

atualizado 27/10/2018 20:34

Oil de MaconhaDivulgação

Vinte e um pacientes do Distrito Federal que usam medicamentos à base de canabidiol não precisam mais de decisão judicial para ter acesso ao composto na capital da República.

A Secretária de Saúde (SES-DF) publicou, no Diário Oficial (DODF) da última quarta-feira (24/10), portaria que desburocratiza a aquisição dos remédios à base de maconha no DF.

Veja a decisão publicada no DODF:

Reprodução/DODF

Em nota, a pasta informou que a compra do suplemento alimentar à base de canabidiol não necessita mais de decisão judicial, pois o produto já é padronizado.

“Os pacientes que desejam adquirir o medicamento na farmácia ambulatorial especializada, antiga farmácia de alto custo, além de ter a indicação médica para o uso do produto, devem agendar o atendimento para cadastramento no telefone 160”, diz trecho do texto.

Desde 2015, a Secretaria de Saúde comprou 206 unidades de produtos diversos à base de canabidiol, para 21 pacientes. O valor total das compras foi de R$ 147.609,22.

Últimas notícias