Saiba como solicitar 2ª via da carteira de identidade sem sair de casa

Para solicitar a reimpressão pela internet é necessário ter uma carteira de identidade expedida no DF a partir de 1º de julho de 2018

atualizado 02/01/2022 16:20

Renato Araújo / Agência Brasília

Agora, quem precisar solicitar a segunda via da carteira de identidade pode solicitar a reimpressão on-line pelo site da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Batizado de 2ª Via Fácil, o serviço funciona 24h por dia.

O usuário faz a solicitação digital da carteira de identidade, gera o boleto de pagamento no valor de R$ 42 e escolhe o local da retirada, dispensando o comparecimento pessoal para o atendimento.

“Hoje, 70% dos nossos atendimentos são de segunda via. Então lançamos a 2ª Via Fácil para oferecer mais um serviço ao cidadão, que pode ter a segurança de emitir de forma automática pelo site”, afirma o diretor do Instituto de Identificação da PCDF, Simão Albuquerque.

Para solicitar o serviço é necessário ter uma carteira de identidade expedida no DF a partir de 1º de julho de 2018 (quando um novo item de segurança foi incluído nos documentos), ter mais de 16 anos, ser brasileiro nato e não ter tido alterações nos dados pessoais no período.

Segundo a corporação, o formato tem atendido entre 80 a 120 pessoas por dia, liberando mais vagas no atendimento presencial.

Novo sistema biométrico

A PCDF também lançou um novo sistema biométrico utilizado para a fabricação da carteira de identidade e na verificação de impressões digitais de suspeitos de crimes.

0

Segundo Albuquerque, o novo sistema de verificação biométrica dá mais segurança ao cidadão, uma vez que exige uma melhor coleta das impressões digitais. “Você minimiza quase que em 100% a questão da falsidade da carteira de identidade por causa de um sistema biométrico eficiente”, explica.

Além disso, o sistema conta com reconhecimento facial e da impressão digital quando o cidadão retorna a unidade da PCDF para buscar o documento, evitando fraudes.

A metodologia começou a ser inserida em novembro de 2021 nos 10 postos biométricos da corporação que ficam dentro das delegacias e nas seis unidades do Na Hora e entrou de forma definitiva em 3 de dezembro também nas delegacias circunscricionais e especializadas.

Mais lidas
Últimas notícias