Reitora inaugura 1º semestre letivo na UnB: “Não são tempos fáceis”

Em carta aberta à comunidade acadêmica, Márcia Abrahão falou da retomada das aulas somente em julho e também sobre esperança

atualizado 26/07/2021 19:44

Universidade de BrasíliaRafaela Felicciano/Metrópoles

A reitora da Universidade de Brasília (UnB), Márcia Abrahão, divulgou carta à comunidade acadêmica após o retorno das aulas na instituição de ensino ainda de maneira remota, devido à pandemia de Covid-19. A UnB definiu em seu calendário acadêmico que o primeiro semestre letivo começaria em 19 de julho de 2021 e seria concluído até 6 de novembro de 2021. Serão 90 dias com aulas.

“Na última semana, começamos mais um semestre letivo. Ainda na necessária distância do ensino remoto, a UnB acolhe calouros e veteranos com essa perspectiva de justiça, humanidade e inteligência em tudo o que gostaríamos de proporcionar aos que convivem nesta comunidade de colegas, amigos e parceiros no processo de aprendizagem. A universidade se orgulha da tarefa de servir qualidade em ensino, pesquisa e extensão”, afirmou em sua carta de abertura do ano letivo.

Márcia Abrahão falou que o cenário da pandemia ainda requer cuidados e lembrou que o Brasil chegou a 550 mil mortos por Covid-19, um número assustador e triste: “Não são tempos fáceis, sabemos. O primeiro semestre de 2021 tem início em julho e isso já é estranho. Estamos longe dos campi – no Plano Piloto, em Planaltina, no Gama e na Ceilândia”, disse.

Caminho para o presencial

No mesmo documento, a reitora afirmou que, aos poucos, a realidade permitirá o reencontro presencial. “Parte dos professores e técnicos puderam tomar a vacina porque estão na faixa etária já contemplada. Desde o início do ano, a reitoria tem empreendido todo o esforço junto ao Governo do Distrito Federal para que nossos profissionais da educação entrem o mais rápido possível na fila para receber uma ou duas doses de alívio e esperança”, completou.

O segundo semestre de aulas terá início em 17 de janeiro de 2022 e segue até 5 de maio de 2022. Novamente, os alunos terão 90 dias letivos. Pelo calendário anterior, o primeiro semestre de 2021 iria de 28 de junho a 11 de outubro deste ano. O segundo semestre seria de 16 de novembro de 2021 até 7 de março de 2022.

“Vamos até o começo de novembro, com força e disposição, cumprir o que nos cabe: ler, ouvir, dialogar, pesquisar, estudar, viver e compartilhar saberes. Nós, na administração da universidade, também não vemos a hora de retomar as nossas atividades pessoais e profissionais presencialmente, de forma segura e planejada. Falta pouco”, ainda disse Márcia Abrahão.

Últimas notícias