Alunos reunidos em projeto da UnB

Projeto da UnB oferece assistência a mulheres vulneráveis na pandemia

Estudantes da UnB atuam em conjunto com profissionais da Secretaria de Saúde em UBS de Ceilândia. Mais de 100 mulheres já foram beneficiadas

atualizado 17/11/2021 15:56

Alunos reunidos em projeto da UnBReprodução/UnB

Projeto da Universidade de Brasília (UnB), em parceria com a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), tem ajudado mulheres em situação de vulnerabilidade desde o início da pandemia. Batizado de Intitulada Estratégias, o projeto quer garantir os direitos sexuais e reprodutivos durante a pandemia de Covid-19 no âmbito da atenção primária à saúde. A iniciativa nasceu em junho de 2020.

Estudantes de medicina e saúde coletiva da UnB, em conjunto com pós-graduandos da Escola Superior de Ciência da Saúde (ESCS) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), atendem na Unidade Básica de Saúde (UBS) 17 de Ceilândia, na região do Pôr do Sol.

0

Entre as atividades, o projeto realiza a inserção do dispositivo intrauterino (DIU). No período de setembro de 2020 e junho de 2021 foram mais de 100 mulheres beneficiadas. Atualmente, a fila para o procedimento na unidade de saúde está zerada.

O grupo também implementou ações de acolhimento para a comunidade LGBTQIA+ com a preocupação de melhorar a abordagem no atendimento a essa população.

O papel dos estudantes e profissionais de saúde é desenvolver estratégias para diminuir o impacto da pandemia na saúde sexual e reprodutiva das mulheres. Nesse contexto, o grupo identificou que o desemprego é um dos fatores que contribui para a falta de acesso aos direitos sexuais e reprodutivos.

Além disso, houve a percepção de um aumento de gestações indesejadas e abortos inseguros durante a pandemia de Covid-19.

O projeto é coordenado pelo professor da Faculdade de Medicina da UnB e médico da SES-DF Danilo Amorim.

Reconhecimento

A iniciativa foi selecionada em primeiro lugar para Mostra Nacional de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), na categoria Ações de educação permanente em saúde (eps) no enfrentamento à pandemia da covid-19.

O evento premia experiências de trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS) no enfrentamento da Covid-19 e ocorrerá entre 30 de novembro a 2 de dezembro. Premiação será transmitida no canal do Conass no Youtube.

Além disso, o projeto também vai integrar um livro produzido pelo Conselho em conjunto com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

Mais lidas
Últimas notícias