Professor e diretor do Sinpro-DF sofre infarto e morre aos 47 anos

Melquisedek Aguiar Garcia lecionava no CED São Bartolomeu, em São Sebastião. O sindicato decretou luto e ficará fechado nesta quarta-feira

atualizado 01/12/2021 8:51

Divulgação Sinpro

O professor da rede pública de ensino do Distrito Federal Melquisedek Aguiar Garcia morreu, nessa terça-feira (30/11), vítima de infarto, aos 47 anos. O docente lecionava no Centro de Ensino Educacional São Bartolomeu, em São Sebastião, e era diretor do Sindicato dos Professores (Sinpro-DF).

Melquisedek visitava a mãe no Maranhão, quando passou mal e precisou ser levado a um hospital de São Luiz. O diretor deixa três filhos e esposa.

Em nota, o Sindicato dos Professores do DF lamentou a morte de Melquisedek e informou que não haverá expediente na sede e nas gerências do sindicato nesta quarta-feira (1°/12). “No momento, nos somamos consternados à dor da família”, informou.

O CED São Bartolomeu também decretou luto pela morte do professor e suspendeu as aulas nesta quarta.

Mais lidas
Últimas notícias