Professor de Jiu-Jitsu do DF precisa de ajuda para fazer cirurgia no quadril

O atleta Rodrigo Rode precisa instalar duas próteses no fêmur. Gasto está orçado em R$ 50 mil

atualizado 26/09/2021 21:22

atletaArquivo pessoal

O atleta e professor de Jiu-Jitsu Rodrigo Ferreira, 39 anos, conhecido como Rodé, precisa de ajuda para voltar aos tatames do Distrito Federal. Há cerca de 1 mês, ele descobriu que está com as duas cabeças do fêmur necrosadas e precisa fazer cirurgia para colocar próteses no lugar. O lutador organizou uma vaquinha para arrecadar os dispositivos, que custam R$ 50 mil.

O professor luta Jiu-Jitsu há 24 anos e há 20 dá aulas no Cruzeiro. Além disso, Rodrigo é campeão brasileiro na luta, além de ter ganhado o título brasiliense 15 vezes. O professor também ganhou o terceiro lugar no mundial de Jiu-Jitsu, disputando pela Confederação Brasileira da modalidade.

“Fui pego de surpresa, numa hora não oportuna; tinha dor na virilha e quando fiz o exame deu esse diagnostico. É complicado pra gente que não tem convênio”, afirmou o atleta. De acordo com Rode, a rede pública de saúde não oferta as próteses, o que o deixa sem opções.

“No sistema publico não tem, fui no [Hospital Regional do] Paranoá, que é referência em ortopedia, e eles não têm a prótese adequada”, explicou. Até agora, o professor arrecadou cerca de R$ 15 mil com a ajuda de alunos e da comunidade. “Graças a Deus o pessoal está me ajudando. Estou fazendo workshops enquanto consigo andar, usando muleta”, afirmou.

“É gratificante saber que a gente é reconhecido pelo nosso trabalho. Às vezes a gente recebe ajuda de quem não imagina. Às vezes a pessoa não me conhece, mas conhece o trabalho e, idependentemente de quantia, ajuda, pelo Jiu-Jitsu e pelo fato de a gente ajudar a mudar vidas”, agradeceu o professor.

Como ajudar

É possível ajudar o professor pelo site Vakinha, ou fazendo um PIX para o atleta.

Banco: Nubank

Agência: 0001

Conta: 98779627-7

CPF: 726.809.031-53

Chave PIX: 61 98226482

Últimas notícias