Primeira paciente com coronavírus no DF completa 25 dias no Hran

Mulher de 52 anos permanece em estado gravíssimo e é mantida em ventilação mecânica e sedada

atualizado 30/03/2020 21:27

A primeira moradora do Distrito Federal a ser diagnosticada com coronavírus completou, nesta segunda-feira (30/03), o 25º dia desde a internação no Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Após chegar de uma viagem à Europa com o marido, ela fez o exame e testou positivo em 5 de março. Desde então, seu quadro piorou, ela teve altos e baixos e, nesta segunda-feira, permanece em estado gravíssimo.

Boletim da Secretaria de Saúde divulgado no final da tarde informa que a “paciente segue gravíssima e tem hemodinâmica mantida com vasopressores. A função renal está estável, com diurese presente. Ela está sedada e sob ventilação mecânica”.

A advogada de 52 anos apresenta síndrome respiratória aguda severa. Segundo a pasta, ela tem ainda comorbidades, que agravam o quadro clínico. “A paciente está sob cuidados intensivos da equipe multidisciplinar e todo suporte técnico-científico”, informou a secretaria.

O DF tem hoje 312 casos confirmados de Covid-19 e dois mortos.

Mais lidas
Últimas notícias