Presidente da CLDF elenca prioridades para 2021: emprego, economia e saúde

Cerimônia foi realizada nesta sexta-feira (1º/1), com a presença do governador Ibaneis Rocha (MDB), no plenário da Casa

atualizado 01/01/2021 14:13

Posse da mesa diretora da CLDFRafaela Felicciano/Metrópoles

O primeiro dia de 2021 é marcado pela posse da Mesa Diretora da Câmara Legislativa. O governador Ibaneis Rocha (MDB) chegou à Casa por volta das 11h, acompanhado da primeira-dama, Mayara Rocha. O emedebista destacou o apoio do Legislativo distrital durante a pandemia e a importância da vacina para que a população possa superar a disseminação do coronavírus.

Ibaneis ressaltou ainda que os distritais ajudaram na reformulação do Programa de Incentivo à Regularização Fiscal do Distrito Federal, o novo Refis-DF 2020. Segundo o governador, a renegociação de dívidas devolverá quase R$ 3 bilhões aos cofres públicos. “Os deputados e deputadas desta Casa só engrandecem o Distrito Federal”, afirmou.

“Eu tenho dito que 2021 será um dos anos mais difíceis” lembrou Ibaneis. Neste sentido, o chefe do Executivo distrital disse contar com o apoio da Câmara Legislativa do DF para a reorganização do Estado, a retomada da economia e a oferta de programas sociais para a população carente.

Ao deixar o plenário, por volta das 12h30, o governador Ibaneis Rocha declarou esperar que a vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal comece entre o final de janeiro e o início de fevereiro, seguindo as determinações do Ministério da Saúde.

“Que a população do Distrito Federal e do Brasil possa encontrar, o mais rápido possível, essa vacina, para que a gente possa definitivamente virar a página, essa página da história da população”, assinalou Ibaneis.

A posse ocorreu no plenário da CLDF. Outras autoridades participaram, a exemplo do presidente da Federação das Indústrias de Brasília (Fibra), Jamal Bittar. Estavam presentes também lideranças religiosas. Todos usavam máscaras.

Durante seu discurso de posse, o presidente reeleito, Rafael Prudente (MDB), elencou as prioridades no próximo biênio. “Vamos trabalhar para gerar mais empregos, para a retomada da economia e, principalmente, para cuidarmos da saúde da população”, pontuou. Além disso, acrescentou que não é hora de os brasilienses afrouxarem nas medidas sanitárias e nos cuidados que ajudam a conter a propagação do coronavírus.

Prudente foi reeleito no dia 15 de dezembro. O parlamentar vai continuar no comando da Casa nos próximos dois anos.

O emedebista teve 21 votos. A chapa concorrente ao comando da CLDF, do deputado Reginaldo Veras (PDT), conseguiu apenas dois – do próprio e de Leandro Grass (Rede). O distrital Fábio Felix (PSol) adotou postura independente e se absteve da votação.

O presidente da Casa planeja requalificar e renovar o quadro de pessoal da CLDF. Neste sentido, elaborou um Plano de Aposentadoria Incentivada (PAI), que deve ser colocado em prática este ano. A partir das adesões, a Câmara distrital poderá convocar candidatos aprovados no último concurso.

0

Outro projeto do emedebista é modernizar a Câmara. Em 2020, reformulou o site e o sistema legislativo da Casa. Para o próximo biênio, trabalha para disponibilizar a transmissão da TV Legislativa. Também foi implementado o projeto-piloto de energia limpa, com placas fotovoltaicas. A ideia é expandir a iniciativa e transformar a CLDF em um prédio sustentável.

No começo de seu discurso após a posse, o parlamentar pediu um minuto de silêncio em homenagem e respeito às vítimas da Covid-19 no DF e no Brasil, e aos servidores da CLDF mortos pela doença.

O distrital destacou que a gestão no biênio de 2019-2020 teve acertos e erros, mas foi aprovada pelos pares. Disse ainda que houve redução de despesas no parlamento local. Pelas contas do presidente da CLDF, a Casa devolveu para os cofres públicos mais de R$ 130 milhões. “Mas sem perder a produtividade. Votamos mais de 200% (em comparação com o período anterior)”, afirmou.

Em seu discurso, fez questão de ressaltar o desafio imposto pela pandemia. “Ninguém se preparou para uma pandemia como essa. Mas, mesmo assim, a Casa respondeu de maneira firme, adotando, inclusive, medidas sanitárias”, assinalou.

Por fim, Prudente agradeceu o apoio e respeito do governador Ibaneis Rocha.

O vice-presidente reeleito, Rodrigo Delmasso (PRB), destacou os investimentos em modernização e melhoria da gestão da Casa. Além da digitalização de processos, da criação de novo site e do portal da transparência, a Mesa implementou um plano de aposentadoria incentivada que poderá gerar a economia de R$ 700 milhões nos próximos anos.

Ao falar na cerimônia, Delmasso enalteceu os deputados de “oposição” que, segundo ele, fazem uma “oposição construtiva”.

Eleição dos demais membros da Casa

Além de Prudente, os demais integrantes da Mesa Diretora foram empossados neste primeiro dia do ano. Iolando Almeida (PSC) foi reeleito para a 1ª Secretaria, responsável pelos recursos humanos. O primeiro suplente é o deputado Jorge Vianna (Podemos). Encarregado do orçamento, administração e finanças da Casa, Robério Negreiros (PSD) permanece na condução da 2ª Secretaria. A suplência ficou com Agaciel Maia (PL).

A 3ª Secretaria da Casa deixa as mãos de Jaqueline Silva (PTB) e passa para Reginaldo Sardinha (Avante). O órgão é condutor do processo legislativo. A suplência é de Hermeto (MDB). O emedebista também ficará com a função de corregedor da CLDF.

Confira a formação da nova Mesa:

Presidente: Rafael Prudente (MDB)

Vice-presidente: Rodrigo Delmasso (PRB)

Primeiro-secretário: Iolando Almeida (PSC)

Segundo-secretário: Robério Negreiros (PSD)

Terceiro-secretário: Reginaldo Sardinha (Avante)

Ouvidor: Fernando Fernandes (Pros)

Corregedor: Hermeto (MDB)

Últimas notícias