Pressão nos bastidores: distrital quer troca de comando nos Bombeiros

Roosevelt Vilela entrou para a base governista em maio e teve divergências com o comandante-geral do CMBDF

Michael Melo/MetrópolesMichael Melo/Metrópoles

atualizado 06/06/2019 6:40

A chegada do deputado distrital Roosevelt Vilela (PSB) à base governista da Câmara Legislativa (CLDF) alavancou nos bastidores comentários sobre a troca do comando-geral do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CMBDF), atualmente chefiado pelo coronel Emilson Ferreira dos Santos. Fontes do primeiro escalão do Palácio do Buriti e aliados no Legislativo confirmaram que a mudança do titular da corporação seria uma vontade do parlamentar.

Roosevelt é o único representante dos Corpo de Bombeiros na Câmara distrital. Do mesmo partido do ex-governador Rodrigo Rollemberg, ele entrou em maio deste ano para a lista dos deputados que votam conforme orientação palaciana.

O coronel Santos confirmou ao Metrópoles que teve divergência de ideias com o parlamentar no início de 2019. “Tem que deixar claro que não foi da minha parte: ele tinha pontos de vista diferentes do meu. Tiveram algumas publicações no Instagram e no YouTube nas quais ele reclamava de algumas coisas”, assinalou. O comandante-geral confirmou que “todo o Corpo de Bombeiros” ouviu as especulações sobre mudança na chefia do CBMDF.

Porém, segundo o chefe da corporação, as rusgas ficaram no passado. “Resolvemos e não temos nenhum problema. Está tudo pacificado. Inclusive, muito provavelmente amanhã [quinta-feira] no meio da tarde estarei no gabinete dele. Tenho uma conversa agendada para tratar de interesse comum”.

A reportagem procurou o parlamentar e o governador, mas não recebeu retorno até a última atualização desta matéria. O espaço continua aberto para eventuais manifestações.

Últimas notícias