*
 

A vaga de vice-governador na chapa liderada pelo ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no DF (OAB-DF) Ibaneis Rocha será ocupada por Paco Britto, líder do Avante.

“Nós aceitamos o convite porque essa é uma chapa coesa e coerente. Estamos fazendo, juntos, um plano de governo para cuidar dessa cidade”, disse Paco Britto. Ainda de acordo com ele, o Avante está analisando se serão feitas coligações ou um chapão para as nominatas proporcionais. “Daremos preferência à eleição de Tadeu Filippelli, Celina Leão e Olair Francisco”, completou.

Presidente do MDB no Distrito Federal, Filippelli justificou a escolha: “O Paco é um articulador político fantástico e presidente de uma das legendas dessa frente. Com tudo isso, o nome dele prevaleceu”.

A coligação encabeçada pelo advogado Ibaneis conta ainda com PP, PSC e PPL. Uma das vagas ao Senado ficará com o Partido Progressista: a escolha do nome caberá a Paulo Octávio, podendo ser, inclusive, o do próprio empresário. “Meu nome está posto, mas ainda dependerá de uma conversa. Até o dia 15, deveremos avaliar essa possibilidade e definir o nosso futuro”, explicou o ex-vice-governador.

Com a entrada do PPL na chapa, a sigla indicou o empresário João Pedro Ferraz para a disputa da outra vaga ao Senado. “Estamos em São Paulo para decidirmos os suplentes e como será a nossa participação na campanha. Mas fechamos com Ibaneis”, anunciou João Vicente Goulart, presidente regional do partido.

O MDB faz convenção neste domingo (5/8), no Templo da Boa Vontade (LBV), Asa Sul. A legenda emedebista aguardava um acordo com o PDT e o DEM, mas as negociações não avançaram.

Até esse sábado (4), nove nomes foram confirmados para a corrida ao Palácio do Buriti. De acordo com a Justiça Eleitoral, o prazo para enviar a lista com os postulantes vai até esta segunda (6).