*
 

O deputado federal Alberto Fraga teve seu nome confirmado, na tarde deste sábado (4/8), na disputa ao Palácio do Buriti. A candidatura do parlamentar foi oficializada na convenção regional do DEM, no Clube da Saúde, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). O coronel da reserva prometeu acabar com o Instituto Hospital de Base (IHB). Segundo ele, os “servidores e médicos serão valorizados. A solução para o serviço público não é a terceirização”.

Fraga destacou que as áreas de saúde e segurança serão prioridades entre as suas primeiras medidas, caso seja eleito. “Vou chamar todo o grupamento de segurança e pedir empenho. Porque só motivados podemos combater a violência. É preciso valorizar os recursos humanos que atuam na proteção dos brasilienses”, explicou.

A convenção do DEM ocorreu junto com a do PR. O ex-governador José Roberto Arruda (PR) esteve no evento realizado no mesmo dia em que o ministro Gurgel de Faria, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou a ele a oportunidade de concorrer nessa eleição, por entender que existem provas suficientes sobre o suposto envolvimento dele no escândalo da Caixa de Pandora.

Já o ex-secretário de Saúde Jofran Frejat, também do PR, não apareceu no evento do partido. Depois de desistir de ser candidato ao Governo, o político declarou o apoio, na semana passada, à indicação de Fraga para disputar o Buriti.

Ao falar de um eventual futuro governo, Fraga também ressaltou que a mobilidade urbana receberá atenção especial em um eventual governo. “Precisamos investir em corredores de transporte”. Fraga foi secretário da pasta durante a gestão de Arruda. O deputado federal do DEM responde a dois processos no Supremo Tribunal Federal (STF) por irregularidades ocorridas na época.

A formalização da candidatura contraria rumores de que o congressista tentava desistir do projeto de governo para acomodar-se em outra coligação. Até a madrugada deste sábado (4), Fraga e aliados buscavam dialogar com algumas lideranças a fim de unir a oposição ao governador Rodrigo Rollemberg (PSB) a uma única chapa. As conversas mais recentes foram com o grupo encabeçado por Eliana Pedrosa (Pros) e Alírio Neto (PTB). No entanto, não houve acordo sobre mudanças na atual formatação da aliança já oficializada nas convenções partidárias.

No evento do DEM e do PR, Fraga criticou adversários e as recentes mudanças nas coligações, mas aproveitou para elogiar o companheiro de chapa Izalci Lucas (PSDB). “Ele conviveu com pessoas sem vergonha, sem caráter e que passaram a rasteira nele”, disse o deputado. A convenção do PSDB, neste domingo (5), deve oficializar o tucano como candidato a senador.

Confusão
Durante a convenção, José Roberto Arruda se desentendeu com Deverson Lettieri, administrador do Guará na sua gestão. O ex-governador estaria insatisfeito porque o antigo aliado integra a campanha de uma concorrente de sua mulher, Flávia Arruda (PR), à Câmara dos Deputados. O ex-gestor deu um tapa em Lettieri e gerou um princípio de tumulto, que foi controlado por seguranças do local. No meio da confusão, uma jornalista foi ferida ao ser atingida pelo cabo de uma bandeira. Quando soube do ocorrido, Arruda pediu desculpas à profissional.