*
 

Exonerado após a Operação Drácon, o ex-secretário executivo da Segunda Secretaria Rusembergue Barbosa de Almeida está de volta à Câmara Legislativa. Indicado pelo deputado Julio Cesar (PRB), Rusembergue agora tem cargo mais modesto do que quando era o responsável pela área. Antes com salário de R$ 16.701,13, agora ele terá ganhos de R$ 7.874,76, referentes a um posto de CL-10, na função de assessor no gabinete do distrital.

O ex-secretário executivo foi exonerado por Lira (PHS) em 5 de setembro, quando o deputado assumiu interinamente a Segunda Secretaria, após a Justiça afastar a Mesa Diretora. Na última terça-feira (4/10), ele foi nomeado.

Segundo nota enviada pela assessoria de Julio Cesar (foto em destaque), Rusembergue não foi citado nas investigações da Operação Drácon. Ainda de acordo com o órgão, o comissionado “é um técnico qualificado e vai contribuir no decorrer do mandato do deputado”.

fac_ato_juarezao (1)

 

Improbidade
Antes de compor os quadros da Câmara Legislativa, Rusembergue foi acusado de improbidade administrativa, quando foi vereador em Goiânia (GO). Segundo a acusação, a filha dele utilizava carro oficial para ir à faculdade.

 

 

COMENTE

Julio Cesaroperação drácon
comunicar erro à redação

Leia mais: Política