*
 

O próximo chefe do Executivo do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), foi à sede do Tribunal de Contas da União (TCU) na manhã desta terça-feira (6/11) para uma reunião no gabinete do ministro Augusto Nardes. Ele aproveitou a visita para se encontrar com o presidente do órgão, ministro Raimundo Carreiro, e pedir indicação para a Secretaria de Transparência. “Ele se comprometeu de entregar alguns nomes e sugestões de quem ele sabe que tem experiência.”

Na reunião com Nardes, o tema foi planejamento de governança pública. Segundo o ministro, os governos precisam ter capacidade de avaliar, direcionar e monitorar a gestão das políticas públicas, com a ajuda de instrumentos e ferramentas adequadas. Ibaneis explicou que a Secretaria de Transparência vai “monitorar a aplicação desse plano de governança nas secretarias e administrações do GDF”.

“É uma visita de cortesia para buscar experiências junto ao TCU, principalmente com o ministro Nardes, que tem um belo projeto na área e que pretendo levar para o GDF”, afirmou o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do DF. Entre os pontos do plano de governança apresentado ao governador eleito  estão o planejamento institucional, excelência de pessoal, gestão de risco e controle interno.

A expectativa é que Ibaneis revele, durante a semana, mais nomes do primeiro escalão. Ele aguarda por uma reunião com Jair Bolsonaro (PSL) para pegar indicação de três nomes para a Secretaria de Segurança. “O responsável pela pasta atende todas as autoridades que estão no DF e passam por aqui”, justificou.

Para a Secretaria de Saúde, o governador eleito disse preferir um médico no comando. “Pedi a opinião do [Jofran] Frejat, mas ainda não há nada definido”, explicou. O futuro titular da Fazenda é  André Clemente. Erika Filippelli cuidará da Secretaria das Mulheres, e Izídio Santos, da área de Obras.