*
 

Para dar espaço à equipe de transição de Ibaneis Rocha (MDB), o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), exonerou 21 servidores comissionados de diversas áreas da atual gestão, como secretarias e administrações regionais. No Diário Oficial do DF desta terça-feira (6/11), foi publicado o Decreto nº 39.428, que transforma as vagas em 13 cargos disponíveis para o emedebista. “Começamos a fazer a lista hoje”, disse Paco Brito (Avante), vice-governador e coordenador da equipe do futuro gestor.

A Comissão de Transição foi criada na estrutura do gabinete de Rollemberg, na Governadoria. São seis cargos de natureza especial e sete de assessoramento técnico. Os valores das remunerações variam entre R$ 2,9 mil e R$ 8,9 mil. De acordo com o governo, não houve aumento de despesas. O grupo será desfeito em 1º de janeiro de 2019, quando a nova gestão assumir o GDF.

O número de cargos é o mesmo que Rollemberg recebeu de seu antecessor, Agnelo Queiroz (PT), em 2014. Segundo o secretário da Casa Civil, Sérgio Sampaio, os aliados de Ibaneis serão nomeados nesta quarta-feira (7).

O grupo de transição do próximo titular do Buriti se reuniu na manhã desta terça com representantes do GDF. No encontro, que durou cerca de 30 minutos, foram entregues 20 ofícios com pedidos e solicitações de informações. “Vou encaminhar essas demandas para as áreas responsáveis, mas controlarei pessoalmente”, garantiu Sampaio.