Ibaneis sobre viagem à Itália: “Não estou de férias, estou de licença”

Fotos postadas pelo governador durante passeio ao exterior com os filhos geraram manifestações contra e a favor nas redes sociais

Reprodução/InstagramReprodução/Instagram

atualizado 03/07/2019 20:26

A viagem do governador Ibaneis Rocha (MDB) a passeio com os filhos para Roma, capital da Itália, abriu uma discussão nas redes sociais. Fotos postadas pelo próprio chefe do Executivo local despertaram manifestações de crítica e apoio entre os internautas. Questionado pelo Metrópoles sobre a ausência temporária no Governo do Distrito Federal (GDF), o emedebista afirmou: “Não estou de férias. Estou de licença. Não pedi, não requeri e não estou no gozo de férias. Simplesmente me licenciei do mandato, o que posso fazer, sem autorização da Câmara Legislativa, por até 15 dias”.

Segundo o artigo 96 da Lei Orgânica do DF, o governador e o vice-governador não poderão se ausentar de Brasília por período superior a 15 dias sem autorização da Câmara Legislativa. A ausência não justificada pode acarretar perda do cargo. De acordo com a legislação brasiliense, os gestores têm o direito de tirar 30 dias de férias “em cada ano do mandato”.

Ibaneis vai ficar fora do Distrito Federal por 10 dias, portanto, não há qualquer irregularidade do ponto de vista formal. A previsão é que ele retorne neste sábado (06/07/2019).

O amparo legal, entretanto, não blindou o governador das críticas. Os comentários no Instagram foram feitos após a postagem de duas fotos da viagem. “Vai trabalhar, governador. Têm muitas coisas aqui em Brasília para você resolver”, disparou um usuário. “Ontem, precisei de um cardiologista e não tem médico na rede pública”, pontuou outro.

Mas nem todas as manifestações no post do emedebista são de cunho crítico. “Governador, Brasília está no estado que está por conta de maus políticos do passado. O senhor não vai fazer milagre em 6 meses nem é culpado pela tragédia que vivemos. Boa viagem”, encorajou um seguidor. “Além de ser governador, ele também é ser humano, tem família e sabe das obrigações dele”, afirmou outro.

 

Ibaneis afirmou: “Trabalho 15 horas por dia, não recebo salário e tenho meus filhos para cuidar. Não abro mão do convívio com eles por nada”. O emedebista ainda destacou que o governo continua agindo. “E eu, daqui, orientando tudo. Agora mesmo estou resolvendo uma questão sobre a Junta Comercial”, disse ao Metrópoles.

Enquanto está de licença, o vice-governador Paco Britto (Avante) assume o Buriti. A previsão é que o número 2 fique na função até este fim de semana, já que Ibaneis retorna no sábado (06/07/2019).

Fora do DF

Segundo levantamento feito pela reportagem, entre missões oficiais e viagens pessoais, Ibaneis Rocha deixou o DF pelo menos 14 vezes no primeiro semestre de 2019. O emedebista não esteve fisicamente presente em Brasília ao longo de 45 dias.

 

Últimas notícias