Candidato ao Palácio do Buriti, Ibaneis Rocha (MDB) se reuniu na manhã desta quinta-feira (6/9) com a Associação de Desempregados, no Gama, acompanhado de seu vice, Paco Britto, líder do Avante. O postulante tratou da falta de oportunidades no Distrito Federal. “É possível mudar essa situação reduzindo os impostos e incentivando o micro e pequeno empreendedor. Em um ano de governo a gente consegue acabar com o desemprego, basta ter boa vontade”, avaliou.

Antes do encontro, o buritizável visitou a feira da cidade. Entre as reclamações apresentadas pelos feirantes estão a precariedade da infraestrutura, a deterioração dos banheiros e a falta de segurança. “Eu me comprometi nos primeiros seis meses de gestão em dar um jeito nessa situação. O Gama é uma cidade muito importante para o desenvolvimento das outras regiões e antes as pessoas gostavam de vir aqui. Agora está um caos”, disse.

A agenda de Ibaneis para esta quinta-feira também prevê um encontro com empresários da cidade. “Precisamos dar confiança para que eles possam investir na região. Sem o apoio deles não conseguiremos gerar emprego. Pretendo facilitar a questão de licenças e alvarás”, antecipou.

Ataques
Sobre a ação na Justiça Eleitoral na qual aponta uso da máquina pública em favor da campanha à reeleição do governador Rodrigo Rollemberg (PSB), Ibaneis disse que os agentes públicos devem ter muito cuidado com essa questão. “Não podemos dizer que aquela servidora não tem um potencial de voto. Isso torna a disputa desigual. Ela deveria estar trabalhando para população, mas estava pedindo votos. É vergonhoso!”, reclamou.

O buritizável voltou a afirmar que o atual gestor o convidou para ser seu vice, ao contrário do que diz o adversário.”É tão verdade que tenho testemunhas. Quem tem fama de Pinóquio é ele, não eu.”

O advogado também aproveitou o tema do primeiro encontro para fazer mais ataques ao adversário: “Amanhã se comemora o Dia da Independência e em 7 de outubro vamos comemorar a demissão de um governador incompetente. Quem vai procurar a associação de desempregados é o Rollemberg”.

Garrafa
No compromisso desta manhã, o emedebista foi recepcionado por alguns cabos eleitorais, que antes do início do evento ensaiaram o jingle da campanha. A cantoria, no entanto, não agradou a vizinhança e uma garrafa de vidro foi arremessada de uma casa próxima. O objeto não acertou nenhuma pessoa e os militantes não se abalaram com o episódio, que continuaram com o ensaio dos versos. O candidato ao Senado, Fadi Faraj (PRP), que teve a sua candidatura considerada inelegível pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), também participou do evento.