Carros de aplicativos como Uber poderão ter até oito anos de uso no DF

Sem a lei sancionada nesta quinta-feira (29/11), cerca de 6 mil veículos teriam que deixar de prestar o serviço na capital

atualizado 29/11/2018 22:01

Michael Melo/Metrópoles

A lei que amplia de cinco para oito anos o prazo de utilização dos carros usados para o transporte de passageiros via aplicativos de celular no Distrito Federal foi sancionada nesta quinta-feira (29/11).

Caso a norma não fosse aprovada ou tivesse sido vetada, cerca de 6 mil veículos teriam de parar de prestar o serviço para as três operadoras autorizadas na capital: Uber, Cabify e 99.

Estudos do autor do projeto de lei, deputado distrital Professor Israel Batista (PV), apontavam que, caso esses carros deixassem de circular, o tempo de espera dos passageiros poderia aumentar em até 55% e os preços das viagens teriam um acréscimo de 32%, em média.

Mais lidas
Últimas notícias