Fraga em sabatina do Metrópoles: “Vou contratar mil policiais por ano”

Deputado federal do DEM foi o primeiro questionado pelo portal. Todos os 11 postulantes ao Palácio do Buriti serão entrevistados

Michael Melo/MetrópolesMichael Melo/Metrópoles

atualizado 20/08/2018 13:54

O deputado federal Alberto Fraga (DEM) foi o primeiro candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) a participar da maratona de sabatinas realizada pelo Metrópoles, em parceria com sindicatos que representam os servidores públicos locais, nesta segunda-feira (20/8). Todos os 11 postulantes ao Palácio do Buriti serão entrevistados até terça (21).

O parlamentar afirmou que vai contratar mil policiais por ano para os quadros das polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros. “O déficit é muito grande. Os quadros estão reduzidos pela metade”, argumentou.

Ao responder as primeiras perguntas, o deputado afirmou que não vai tirar qualquer direito conquistado pelos servidores públicos. Comprometeu-se a pagar as pecúnias. Questionado sobre reajustes salariais, o candidato foi cauteloso. “Não vou ser irresponsável de sair por aí prometendo aumento. Vamos analisar cada situação”, explicou. Porém, garantiu que, se a verba está prevista em lei, deve ser paga.

Confira como foi a participação de Fraga na sabatina:

 

Helicóptero
O candidato não perdeu a oportunidade de alfinetar o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), que pleiteia a reeleição. Citando reportagem do Metrópoles que mostrou gasto de R$ 5 milhões pelo chefe do Executivo local com uso de helicóptero: “Não vou ficar voando tanto quanto ele voou. Não vou dispensar, pois o governador precisa. Nós temos de ter ‘simancol’. Não posso gastar R$ 5 milhões voando e deixar as cidades carentes que não têm nem creche”.

Bolsonaro
Na composição de sua chapa, Fraga seguiu a aliança nacional com o PSDB de Geraldo Alckmin, mas sempre se manifestou a favor da candidatura de Jair Bolsonaro (PSL). Questionado pelos jornalistas Caio Barbieri e Hélio Doyle sobre essa situação, o postulante ao Buriti deixou claro: “Fiquei numa saia justa, já que temos de seguir a orientação do partido. Mas o meu voto é do Bolsonaro. Pensamos muito parecido, temos afinidade. Seria incoerente da minha parte fazer diferente”.

Reajustes salariais
Fraga pediu cautela quanto aos reajustes e à equiparação dos salários dos policiais civis com os dos federais: “Dizer que vai dar aumento, garantir paridade no primeiro mês é mentira. Prefiro dizer que darei aumentos no primeiro ano. Temos de arrecadar em impostos pelo menos R$ 17 bilhões. A conta precisa fechar”.

Relação com a Câmara
Sobre a relação com a Câmara Legislativa, Fraga foi taxativo: “Não vou lotear o governo a fim de aprovar leis para Brasília. Não vou vender minha alma”. De acordo com o parlamentar, o problema do Rollemberg é a falta de diálogo. ‘Perdeu R$ 140 milhões de emendas, nunca fez uma reunião com a bancada. Um governador com uma bancada de oito deputados e nunca fez uma reunião. Com os distritais, não conseguiu ter base”, completou.

Ao falar em uma eventual redução dos salários do primeiro escalão do governo, não perdeu tempo em responder: “Isso é hipocrisia. Político tem de ganhar bem para não se corromper”. Disse ainda que não vai privatizar nenhuma das estatais do GDF nem o BRB.

Perfil
Fraga é formado em direito, administração e educação física, e é mestre em segurança Pública. Passou pelo MDB e pelo PTB antes de se filiar ao DEM. O candidato lidera a coligação Coragem e respeito pelo povo, formada pelos partidos DEM, PR, PP e PSDB.

O parlamentar declarou patrimônio de R$ 4.831.975,79 à Justiça Eleitoral e tem como vice Alexandre Bispo, do PR.

“Acho interessante a iniciativa. Você tem que estar preparado para os questionamentos que possam surgir das categorias. A gente tem de ter responsabilidade de não fazer a política populista”, pontuou o coronel reformado da Polícia Militar do DF minutos antes de começar a entrevista.

A sabatina
Nos dois dias, os encontros terão início às 9h e vão se estender até a noite. Além de Fraga, serão sabatinados Alexandre Guerra (Novo), Antônio Guillen (PSTU), Eliana Pedrosa (Pros), Fátima Sousa (Psol), Ibaneis Rocha (MDB), Júlio Miragaya (PT), Paulo Chagas (PRP), Renan Arruda (PCO), Rodrigo Rollemberg (PSB) e Rogério Rosso (PSD). Todos confirmaram presença na mesa-redonda que será conduzida pela equipe de jornalistas do Metrópoles.

O evento será transmitido ao vivo, em todas as redes sociais do portal: Facebook, Twitter e YouTube. Neste primeiro dia (20), serão sabatinados seis candidatos. No segundo, cinco.

A sabatina teve início às 9h com o candidato Alberto Fraga. O segundo a ser entrevistado será Renan Rosa (PCO), seguido por Júlio Miragaya (PT), Ibaneis Rocha (MDB), Alexandre Guerra (Novo) e Fátima Sousa (PSol).

Na terça-feira (21), Eliana Pedrosa (Pros) abre as entrevistas às 9h. O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) vem em seguida, às 10h30. O Metrópoles ainda receberá Antônio Guillen (PSTU), Paulo Chagas (PRP) e Rogério Rosso (PSD).

Dinâmica
A dinâmica da sabatina funcionará da seguinte forma: primeiro, o candidato fará uso da palavra por um minuto para se apresentar. Em seguida, responderá perguntas elaboradas pelas entidades sindicais patrocinadoras do evento – os questionamentos foram previamente gravados e serão exibidos em um telão. Por fim, os jornalistas indagarão os postulantes ao Buriti. No total, a conversa terá duração de 1 hora e 15 minutos.

O voto representa a voz e a opinião de cada um de nós sobre quais políticas devem ser priorizadas por quem assume a gestão pública nos próximos quatro anos. Façamos deste tão importante momento um marco positivo para toda a sociedade

Lilian Tahan, diretora de redação

A sabatina foi elaborada pelo time do Metrópoles e contou com a participação de diversas entidades sindicais. O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Brasília (SindSaúde), Sindicato dos Professores do DF (Sinpro), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol), Sindicato dos Delegados de Polícia (Sindepo), Sindicato da Categoria dos Peritos Oficiais Criminais (SindiPerícia) e o Sindicato dos Bancários de Brasília preparam perguntas aos candidatos.

Todos os buritizáveis, agora devidamente registrados no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), terão a oportunidade de apresentar propostas e demonstrar o que farão para melhorar as condições de vida na capital do país.

A sabatina do Metrópoles ocorre após o portal realizar o primeiro debate dos postulantes ao Executivo local. Na ocasião, havia apenas sete pré-candidatos ao Palácio do Buriti. O número aumentou mesmo após a desistência de Jofran Frejat (PR).

Cronograma das sabatinas

20/8 – segunda-feira
9h – Alberto Fraga (DEM)
10h30 – Renan Rosa (PCO)
14h – Júlio Miragaya (PT)
15h30 – Ibaneis Rocha (MDB)
19h – Alexandre Guerra (Novo)
20h30 – Fátima Sousa (PSol)

21/8 – terça-feira
9h – Eliana Pedrosa (Pros)
10h30 – Rodrigo Rollemberg (PSB)
14h – Antônio Guillen (PSTU)
15h30 – Paulo Chagas (PRP)
19h – Rogério Rosso (PSD)

Últimas notícias