*
 

Pré-candidato ao governo do Distrito Federal, o general da reserva Paulo Chagas (PRP) reagiu às declarações do comandante do Exército Brasileiro, Eduardo Villas Bôas, contra a “impunidade” no país. Pelo Twitter, o postulante ao Buriti prestou continência virtual ao líder, declarou que tem “a espada ao lado, a sela equipada e o cavalo trabalhado” e afirmou aguardar “ordens” do general.

Confira:

As declarações foram feitas na última terça-feira (3/4), véspera do julgamento, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

 

COMENTE

lulatwitterbolsonarohabeas-corpuseleições 2018impunidadeGeneral Paulo Chagasjulgamento no STH
comunicar erro à redação

Leia mais: Política