Polícia prende motorista que atropelou três adolescentes no DF

Segundo as investigações, José Joaquim Portela, 62 anos, estava bêbado enquanto conduzia o veículo

CBMDF/DivulgaçãoCBMDF/Divulgação

atualizado 31/05/2019 20:38

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) cumpriu um mandado de prisão preventiva contra o motorista José Joaquim Portela, 62 anos. Em 3 de maio, enquanto dirigia com sinais de embriaguez e em alta velocidade, ele atropelou três adolescentes na QNP 21 de Ceilândia. Uma das vítimas chegou a ter o pé amputado em virtude do atropelamento.

De acordo com a PCDF, além de ter se recusado a fazer o teste do bafômetro e apresentar diversos indícios de consumo de álcool, Portela conduzia em alta velocidade quando invadiu a contramão, subiu na calçada e atingiu os menores de idade.

Na audiência de custódia da prisão em flagrante, a juíza Maria Augusta Diniz, da 3ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), havia entendido não haver elementos indicando que a liberdade do motorista “causaria alguma perturbação à ordem pública”. Agora, uma nova decisão judicial determinou a prisão preventiva.

Portela foi indiciado por tentativa de homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar. Em 2017, ele já havia sido preso por embriaguez ao volante após se envolver em outro acidente.

Justiça

Mãe de um dos adolescentes feridos e tia do jovem que teve o pé amputado, a vendedora Patrícia Rodrigues Macedo, 40 anos, afirma que a família espera por justiça. “Ele tem que pagar pelo crime que cometeu. Eram três crianças conversando na calçada, perto de casa”, lamentou.

Sem condições de comprar uma cadeira de rodas para o adolescente, a família faz campanha nas redes sociais. “Estamos buscando ajuda. Não temos condições nem de pagar as passagens e a alimentação. Não sabemos quanto tempo isso vai durar”, contou.

Para ajudar, é só entrar em contato com Patrícia pelo telefone (61) 98608-6710.

Últimas notícias