Polícia prende 10 pessoas por uso de cerol e linha chilena em pipas no DF

Ação ocorreu na QE 54 do Guará II. Polícia apreendeu carretéis de linhas com cerol e linha chilena

atualizado 16/07/2020 9:05

Divulgação/PCDF

Policiais da 4ª Delegacia de Polícia (Guará) deflagraram, na tarde dessa quarta-feira (15/7), na QE 54 do Guará II, a operação Deu Linha, com o objetivo de coibir os crimes de perigo de vida, violação de domicílio e dano, praticados por pessoas que se reúnem na localidade para empinar pipas.

Segundo o abaixo assinado, recebido pela corporação na semana passada, as pessoas utilizariam linhas com cerol e linha chilena – com maior potencial cortante – para empinar as pipas, colocando em risco a vida e a saúde dos moradores, pedestres, ciclistas e motociclistas que trafegam pelo local.

Ainda segundo os denunciantes, essas pessoas chegavam a invadir casas da região, atrás das pipas “cortadas”, danificando telhados e portões dos moradores. A polícia investiga, ainda a denúncia de que o grupo atuava no tráfico de drogas na localidade,

0

Foram abordadas cerca de 50 pessoas, a maioria maior de idade, e apreendidas 51 pipas e 12 carreteis de linha com cerol, dos quais seis com linha chilena.

Na mesma ocorrência, onze pessoas foram flagradas sem máscaras de proteção individual. Todas tiveram seus dados encaminhados ao DF Legal para aplicação de multa. Outras 10 foram presas em flagrante, por estarem portando carretéis de linhas com cerol ou de linha chilena. Essas foram autuadas pelo crime de perigo de vida, cuja pena pode chegar a um ano de prisão.

Um menor encontrando no local estava com mandado de busca e apreensão em aberto e foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

Últimas notícias