Polícia Civil investiga espancamento de jovem por skinheads no DF

A vítima, um grafiteiro, está internada no Hospital Regional de Ceilândia (HRC)

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 17/08/2019 23:45

A Polícia Civil do DF investiga o caso de um jovem de 23 anos espancado em Ceilândia na noite de sexta-feira (16/08/2019). Informações preliminares repassadas à 19ª Delegacia de Polícia (Setor P Norte de Ceilândia), responsável pela apuração, são de que o rapaz teria sido alvo de um grupo de skinheads.

O crime ocorreu no Conjunto A da QNN 17. A vítima está internada no Hospital Regional de Ceilândia (HRC) e ainda não depôs aos investigadores. “Tudo precisa ser checado ainda e o rapaz melhorar para pode falar conosco”, assinalou o delegado-chefe da 19ª DP, Jonatas Silva. A ocorrência foi registrada por um policial lotado no HRC.

O nome da vítima não foi divulgado pela PCDF.

O jovem é grafiteiro. Ele participaria do evento Antifascismo pela Liberdade Consciente, que ocorreria ao lado da estação de metrô de Ceilândia Norte neste domingo (18/08/2019).

Com a agressão, o movimento foi adiado, conforme divulgação no Facebook do Graffiti Brasília. “Diante de mais uma agressão cometida por esse grupo, optamos por adiar e reagendar o evento e prestar assistência para o companheiro”, diz trecho da publicação.

Últimas notícias