Polícia Civil do Distrito Federal renova frota com mais de 100 carros

Na próxima quarta-feira (3/3), as delegacias receberão reforço de um camburão. A corporação também adquiriu 120 veículos do modelo Cruze

atualizado 25/02/2021 8:47

viaturareprodução

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) segue renovando a frota de veículos. Na próxima quarta-feira (3/3), as delegacias receberão reforço de um camburão, totalizando dois veículos para o transporte de presos em cada unidade. A corporação também adquiriu 120 Chevrolet Cruze, que serão usados no policiamento velado. Os sedans receberam rádio e rotolight e serão entregues em 9 de março.

Segundo o delegado-geral da PCDF, Robson Cândido, o objetivo é modernizar a polícia, trazer mais agilidade no atendimento à população e oferecer melhores condições de trabalho à corporação.

“Com esses veículos, chegamos ao número de 850 novas viaturas em dois anos. Os carros são automáticos e serão entregues com a nova identidade visual da corporação. Além disso, há uma licitação para adquirir 5 mil kits de uniformes. Vamos tornar obrigatório o uso a todos os servidores, mas, antes de cobrar, é preciso disponibilizá-los aos policiais”, detalhou o delegado. Os kits, que serão adquiridos por cerca de R$ 10 milhões, incluem calças, camisetas, jaquetas e acessórios táticos.

50 viaturas

Em maio do ano passado, foram entregues 50 Chevrolet Trail Blazers, motor 2.8 litros turbo diesel, sendo 46 caracterizados. Os automóveis custaram R$ 8.176.500, ou seja, R$ 177.750 a unidade, por meio de convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça.

Quatro outros modelos, sem identificação externa, tiveram o preço unitário de R$ 140 mil. Os veículos foram bancados com recursos do Fundo Constitucional. A frota foi distribuída a todas as delegacias do DF, além da Divisão de Operações Especiais (DOE) e do Instituto de Criminalística.

0
Armas

No último ano, os policiais civis do DF também receberam novas armas. A marca Taurus acabou substituída pela austríaca Glock. Foram adquiridas 6 mil unidades. Os policiais fizeram o treinamento com a pistola, e ainda há reserva de 2 mil para os futuros aprovados no concurso para agente e escrivão. Veja o armamento:

0

Últimas notícias