PCDF prende suspeitos de executar motorista de aplicativo no DF

O corpo de Roosevelt Albuquerque da Silva, 31 anos, foi localizado na entrada para o Polo de Cinema, em Sobradinho, nessa terça (1º/12)

atualizado 02/12/2020 21:40

homem em lanchaReprodução

Investigadores da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho) prenderam na noite desta quarta-feira (2/12) os suspeitos de terem executado o motorista de aplicativo Roosevelt Albuquerque da Silva, 31 anos. Tratam-se de um maior e um menor de idade.

O corpo do motorista foi localizado na noite de terça-feira (1º/12), pouco após seu desaparecimento, na entrada para o Polo de Cinema, em Sobradinho. Peritos do Instituto de Criminalística (IC) identificaram que a vítima foi executada com um tiro na cabeça.

Os policiais que estiveram no local onde o cadáver foi achado não encontraram nenhum pertence perto do corpo da vítima. Todos os objetos estavam em poder dos autores do latrocínio (roubo seguido de morte).

Rastreamento

A equipe da 13ª DP conseguiu recuperar carro, celular, carteira e outros pertences da vítima com a dupla que foi detida. De acordo com as investigações, Roosevelt teria pegado passageiros na área central de Brasília e faria uma corrida até Sobradinho, minutos antes de desaparecer.

Conforme explica o delegado-chefe da 13ªDP, Hudson Maldonado, foi possível localizar a dupla de criminosos a partir do rastreamento da corrida pelo aplicativo. “Chegamos até a residência do autor maior de idade, onde foram encontradas a chave do veículo, carteira e celular, além da arma utilizada no crime”, detalhou.

O autor mostrou onde estava o carro e também entregou o comparsa, um adolescente que foi apreendido. “Ele será levado à Delegacia da Criança e Adolescente (DCA). O maior foi autuado em flagrante e poderá pegar pelos crimes de latrocínio e corrupção de menores, de 21 a 30 anos de reclusão”, destacou o delegado responsável pela elucidação do crime.

Últimas notícias