PCDF prende mais dois suspeitos de matar homem no Paranoá. Vídeo

Câmeras de segurança registraram a ação dos criminosos. Mais cedo, uma mulher foi presa pela 6ª Delegacia de Polícia

Vídeo/ReproduçãoVídeo/Reprodução

atualizado 04/10/2019 14:48

Três pessoas foram presas pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) acusadas de participar do assassinato de um homem na Quadra 2, Conjunto 1, no Paranoá Parque. O crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira (30/09/2019) e é investigado pela 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), que trata o caso, inicialmente, como latrocínio – roubo seguido de morte.

As prisões ocorreram após a PCDF ter acesso a imagens que mostram a ação dos criminosos. No vídeo, registrado por câmeras de segurança do local, é possível observar os quatro suspeitos: um de moletom vermelho; de casaco cinza; um homem usando uma camisa do Flamengo e uma mulher, de branco.

Segundo a delegada-chefe da 6ª DP, Jane Klébia, a motivação do crime ainda é desconhecida, assim como quem teria sido o autor do assassinato.

As gravações (veja abaixo) mostram a vítima, de regata preta e bermuda, conversando com um morador quando os suspeitos se aproximam. O homem, então, tenta fugir do grupo. Momentos mais tarde, ele aparece no canto direito da tela, subindo a rua em direção a um beco, onde foi encontrado morto.

Segundo a PCDF, o homem tem 39 anos e morreu após ser esfaqueado próximo à região do pescoço. Ele chegou a receber atendimento do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos.

Durante a correria, a mulher tenta arremessar uma faca na vítima, mas não o atinge. Ela foi a primeira identificada, localizada e presa pelos investigadores. Informações preliminares repassadas pela Polícia Militar apontavam a suspeita como autora de uma tentativa de roubo ao homem assassinado.

A PCDF, no entanto, não descarta que o crime tenha outra motivação. “O caso nos foi passado como latrocínio, mas depois de observarmos as imagens notamos que é um roubo muito estranho. Acreditamos que a vítima tenha dito alguma coisa para o grupo, que não gostou e resolveu matá-lo. Essa é uma das linhas de investigação que estamos trabalhando”, explicou a delegada.

Além da presa, outros dois suspeitos, de moletom vermelho e casaco cinza, já foram detidos. Eles foram flagrados pelas câmeras fugindo com o carro do morto, um Celta de cor preta. Durante a fuga, o para-choque do veículo caiu. A 6ª DP segue procurando o acusado que usava uma camisa do Flamengo no momento do crime.

PCDF/Divulgação

Últimas notícias