PCDF prende mais dois homens que espancaram torcedor do Brasiliense

Na continuação da operação Foul Play, um deles foi preso, outro se apresentou na 38ª DP e o último segue foragido

atualizado 18/05/2022 12:05

Torcedores de Vasco e Palmeiras espancam e roubam torcedor do Brasiliense, no Vicente Pires - MetrópolesReprodução/Vídeo

Dando continuidade às investigações para prender integrantes de torcidas organizadas que espancaram um rapaz, em fevereiro deste ano, na região de Vicente Pires, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou mais duas fases da operação Foul Play. Um envolvido foi preso e outro se apresentou à 38ª DP.

O homem preso nessas novas fases é Matheus de Paula Alves, 25 anos. No vídeo do crime ele é o torcedor do Palmeiras, responsável por ameaçar e subtrair a blusa de frio de uma das vítimas.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Já o acusado que foi até a delegacia de Vicente Pires é Lucas Rodrigues Torres, 21, conhecido como Dom. Torcedor do Gama, ele foi apontado como sendo um dos que também desferiu um chute contra outro homem.

Ainda há dois envolvidos que ainda não foram localizados pela PCDF. Um deles é Victor Gustavo Ribeiro Rocha, 23, vulgo Botox.  A investigação ainda apura a identidade de um sexto homem, que permaneceu dentro de um carro dando cobertura durante o crime.

 

Victor se encontra foragido e quem tiver informações sobre o seu paradeiro pode informar a 38ª DP por meio do telefone 197.

O crime

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou Operação Foul Play no dia 9 de maio.

De acordo com investigações conduzidas pela 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires), a vítima é torcedor do Brasiliense, considerado rival pelos autores do crime. Imagens de uma câmera de segurança flagraram o momento em que o torcedor do time candango andava pela calçada na companhia da namorada.

Os primeiros presos foram Jonathan Dantas Limas, 27 anos, morador do Gama, torcedor do Palmeiras e integrante da torcida organizada Mancha Verde e Francisco Silvio Ferreira Chaves, 26, vulgo Junior, morador do Guará, lutador de Muay Thai.

0

Ao todo, seis homens participaram da agressão, direta ou indiretamente. Um deles dá uma “voadora” nas costas do torcedor, enquanto outros dois agressores – que estavam sentados em um meio-fio – correm em direção ao rapaz, já caído. Em seguida, os suspeitos chutam e pisam na cabeça do jovem, enquanto a namorada dele grita por socorro.

Após as agressões, os torcedores rivais arrancaram um short do Brasiliense que era usado pela vítima e uma jaqueta que pertencia à namorada do rapaz. Logo depois, um carro que dava apoio aos integrantes das torcidas organizadas foi usado para dar fuga aos suspeitos. Além das peças de roupas, os criminosos ainda roubaram R$ 200 que estava com o jovem.

Mais lidas
Últimas notícias