Passagem subterrânea da Estação Praça do Relógio será demolida

A entrada no local se dará pela rampa e pela escadaria localizada na Praça do Relógio. A obra não afetará o funcionamento do metrô

atualizado 10/03/2021 10:34

Agência Brasília

A passagem subterrânea da estação do metrô Praça do Relógio, no centro de Taguatinga, será demolida nos próximos dias para o início de nova etapa das obras de construção do túnel de Taguatinga. O acesso pela escadaria, no lado Sul, será fechado. Com isso, a entrada no terminal será pela rampa, no lado norte, e pelas escadas localizadas na Praça do Relógio.

O projeto prevê a construção de nova passagem, mais acessível, com opção de escadaria e rampa. Também está prevista uma cobertura, nos mesmos moldes das entradas das passarelas subterrâneas da Asa Sul. A obra não afetará o funcionamento do sistema do metrô.

“A interdição definitiva desta passagem subterrânea se faz necessária para que possamos iniciar mais uma frente de trabalho e, assim, avançar na construção do túnel”, alertou Ricardo Terenzi, subsecretário de Acompanhamento e Fiscalização de Obras.
0
O túnel

Com investimento de R$275,7 milhões e previsão de entrega para 2022, o túnel resultará em economia de tempo, alternativas de percursos e opções para quem utiliza o comércio da região. Os recursos são provenientes de financiamento firmado pelo GDF com a Caixa Econômica Federal.

Com a conclusão da obra, os carros que estiverem na Avenida Elmo Serejo, sentido Plano Piloto, vão entrar pelo túnel e sair na Estrada Parque Taguatinga (EPTG). Do outro lado, aqueles que chegarem a Taguatinga pela EPTG também passarão pelo túnel até o início da Via Estádio, saindo logo após o viaduto da Avenida Samdu.

Atualmente, os trabalhos estão concentrados na execução das paredes diafragma, responsáveis por estabilizar as estruturas da cavidade da obra, e também na remoção do solo. Ainda em março haverá a demolição da passarela subterrânea para início de nova frente de serviço.

Mais lidas
Últimas notícias