Outra criança é deixada sozinha dentro de veículo escolar no DF

Desta vez, o caso ocorreu no Paranoá. Menino foi resgatado por bombeiros e estava muito abalado psicologicamente

atualizado 26/09/2018 15:17

Ambulância dos bombeirosRafaela Felicciano/Metrópoles/Foto Ilustrativa

Um dia depois de um motorista de van ser preso por ter deixado uma menina de 3 anos trancada sozinha em Sobradinho, o Corpo de Bombeiros atendeu um caso semelhante. Desta vez, no Paranoá. Os socorristas precisaram resgatar um garoto que estava dentro de um ônibus escolar estacionado na Avenida Transversal, altura da Quadra 9, próximo à Subestação da Companhia Energética de Brasília (CEB).

No momento que a equipe chegou ao local, um bombeiro que estava de folga havia acabado de retirar a criança, sem ferimentos, de dentro do ônibus pela abertura de uma das janelas. Mas o menino, de aproximadamente 6 anos (a corporação não soube precisar a idade), se mostrava abalado psicologicamente.

Os socorristas acalmaram a criança e a colocaram dentro da viatura. Em seguida, a levaram para a 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá). O motorista também foi conduzido para a unidade policial. Ele era responsável pelo ônibus placa KVN-8576/DF. A Polícia Civil investiga o caso.

Na segunda (24), o motorista de van escolar Francinaldo Nunes Pereira, 43, sócio-proprietário da empresa Tio Naldo & Tia Kelly, foi preso em flagrante após ter deixado uma criança de 3 anos trancada, sozinha, dentro do veículo. Ele pode ter a autorização para o transporte escolar cassada pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF).

De acordo com o diretor de Policiamento de Trânsito do órgão, Glauber Peixoto, a conduta do motorista, principalmente em relação à prática criminal, será avaliada, e ele poderá, inclusive, ter o documento suspenso para atuar no ramo.

“O Detran deve abrir processo administrativo para averiguar a situação. Existe, no DF, um decreto de 2016 sobre transporte escolar que prevê desde advertências até mesmo a cassação da autorização para realizar o serviço. Por essa razão, precisamos verificar a prática do motorista para saber qual vai ser a medida imposta a ele”, explicou Peixoto.

O caso ocorreu na manhã de segunda-feira (24), no estacionamento do Serviço Social da Indústria (Sesi) de Sobradinho. A menina de 3 anos foi resgatada por agentes do Detran que faziam fiscalização de rotina nas proximidades da Quadra 3. Eles foram procurados por populares que denunciaram o caso.

Um dos agentes fez o flagrante, em vídeo. Na imagem, que circula pelas redes sociais, Francinaldo assume ter deixado a criança dentro do veículo por 20 minutos e pede desculpas. Aos fiscais, ele se justificou dizendo que estava acompanhando uma pessoa que participava de uma aula de hidroginástica dentro da unidade.

Assista:

“Estava de casaco, no calor, chorando e suando muito. Nosso agente ia quebrar o vidro da van quando ele [Francinaldo] apareceu. Conseguimos evitar o pior. Poderia ter acontecido uma tragédia”, comentou Peixoto.

Áudio
Em um grupo fechado de WhatsApp, a mulher de Francinaldo e proprietária da empresa divulgou um áudio: “Aqui é a Tia Kelly falando. Aconteceu um incidente com o meu esposo. É um alerta, porque realmente a gente esquece, tá? O que aconteceu com a gente, não queremos que aconteça com ninguém, beleza?”, disse.

O motorista foi preso em flagrante por abandono de incapaz. Por volta das 15h de segunda (24), a 13ª DP (Sobradinho) liberou o homem após pagamento de fiança de R$ 1 mil. Ele vai responder em liberdade.

A mãe da criança esteve na delegacia com uma testemunha, que também prestou depoimento. A reportagem tentou contato com a empresa Tio Naldo & Tia Kelly nesta terça (25), mas, até a última atualização deste texto, os responsáveis não se manifestaram.

Últimas notícias