ONG colocará “ghost bikes” no DF em memória a ciclistas mortos no trânsito

Homenagem de familiares de vítimas e do grupo Rodas da Paz ocorrerá no próximo domingo

atualizado 15/10/2020 10:34

cartazRodas da Paz/Divulgação

A ONG Rodas da Paz organiza uma homenagem a ciclistas vítimas de acidentes fatais no Distrito Federal. A ação ocorrerá, neste domingo (18/10), em memória aos ciclistas Ricardo Aragão, Francisco de Sales e Maurício da Cruz.

Segundo Raphael Dornelles, coordenador-geral da Rodas da Paz, o grupo instalará três “ghost bikes” nos locais onde as vítimas morreram. “São aquelas bicicletas brancas que marcam o local onde a pessoa foi atropelada”, explica.

“Estamos organizando junto às famílias dos ciclistas. Familiares do Maurício entraram em contato conosco, e eu já estava em contato com a família do Francisco. Aí, ocorreu o caso do Ricardo, e decidimos fazer logo essa movimentação no domingo”, contou.

Veja os horários em que serão colocadas as bicicletas e os endereços:
  • 8h — Ghost bike de Ricardo Aragão
    Local: perto da SHIGN 704, Bloco D. Saída da 704 Norte até a Vila Planalto, seguindo por W5, Eixo Monumental e L4 — 30 minutos, em 8,7 km
  • 9h — Ghost bike de Francisco de Sales
    Local: perto do Corpo de Bombeiros do início da L4 Norte. Saída da Vila Planalto até o Gilberto Salomão, no Lago Sul, seguindo pela L4 e ciclovia do Lago Sul — 30 minutos, em 9,8km
  • 10h — Ghost bike de Maurício da Cruz
    Local: perto do Posto Policial da SHIS QI 6 Conjunto 11
Atropelamento no fim de semana

No último fim de semana, o aposentado Ricardo Campelo Aragão, 58 anos, foi atropelado e morreu, na Asa Norte. O acidente aconteceu na noite de sábado (10/10).

Nádia Bittencourt, 55 anos, que pedalava com a vítima no local, sofreu escoriações e passa bem. O motorista do veículo que provocou o acidente, segundo informações da Polícia Civil do DF (PCDF), fugiu sem prestar socorro às vítimas.

0

Últimas notícias